Informe da redação: Tabela do frete, Dívida do Paraná e Dinheiro do TRF4

I.Riedi nas mãos de chineses?

Quando usar máscara de pano

Circulou nas redes sociais a informação de que a I.Riedi e o Moinho Iguaçu teriam sido comprados por empresários chineses. A própria I.Riedi veio a público para desmentir a notícia, lembrando que comprou parte dos ativos do Moinho Iguaçu, cuja operação foi aprovada ontem pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). “Q I.Riedi tem mais de 60 anos de história e essa não é a primeira vez que levantam boatos de sua venda. Mas seguimos crescendo, ampliando a nossa área de atuação”, informou, em nota.

 

Tabela do frete

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) abriu audiência pública para apresentar proposta sobre as regras gerais, a metodologia e os coeficientes dos pisos mínimos, referentes ao quilômetro rodado, do transporte rodoviário, ou seja: tabela de frete. É possível enviar contribuições. A sessão presencial será dia 13 de maio. Informações: www.antt.gov.br.

 

Dívida do Paraná

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, suspendeu ontem o pagamento da dívida do Paraná com a União por seis meses e fixou que o dinheiro seja usado exclusivamente em ações de combate ao coronavírus. A medida também beneficia o Maranhão. No caso do Paraná, os pagamentos somam R$ 53 milhões mensais; valor total hoje é de R$ 10,675 bilhões.

 

Alep transfere

A Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) vai transferir R$ 37,7 milhões do Fundo de Modernização do Legislativo para o Fundo Estadual de Saúde do Paraná. Os recursos serão destinados às ações de combate e prevenção do novo coronavírus e da dengue. O valor é o montante total disponível no Fundo do Legislativo.

 

Dinheiro do TRF4

A Justiça Federal da 4ª Região já destinou mais de R$ 13,7 milhões para ações de combate à pandemia de covid-19. Os recursos são provenientes do cumprimento da pena de prestação pecuniária, transação penal e suspensão condicional do processo nas ações criminais nas três Seções Judiciárias que compõem a 4ª Região (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

 

Paranhos

O prefeito de Cascavel, Leonaldo Paranhos, usou as redes sociais para falar sobre o polêmico pronunciamento do presidente Bolsonaro: “Está indo contra tudo aquilo que o mundo está fazendo. Vamos continuar fazendo a nossa parte aqui. Respeito a opinião de quem pensa o contrário, mas aqui o objetivo número 1 é salvar vidas, o 2 é não deixar a saúde colapsar, e temos planejamento para o 3, que é recuperar a economia”, escreveu.

 

Certidões prorrogadas

Donos de pequenos negócios preocupados com a validade das CND (Certidões Negativas de Débito) das empresas podem ficar tranquilos. A Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional autorizaram a prorrogação do prazo de validade do documento por 90 dias. A medida também é válida para as CPEND (Certidões Positivas com Efeitos de Negativas). As certidões abrangem tributos federais e em dívida ativa.

 

Quem sabe?

O senador Alvaro Dias (Podemos) comentou sobre o pronunciamento feito pelo presidente Jair Bolsonaro sobre as medidas tomadas pelos estados no enfrentamento ao coronavírus: “Quem somos nós para ter certeza absoluta em relação ao que pode ocorrer nos próximos dias? Prudente é ouvir neste momento quem estudou, quem pesquisou, quem está conversando com a comunidade científica. Prudente é ouvir o Ministério da Saúde, especialistas, médicos.”

 

Da própria carne

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, suspendeu por 90 dias do vencimento de todos os tributos municipais, inclusive parcelamentos, e cortou em 20% os salários dele próprio, do vice-prefeito, dos secretários e dos cargos comissionados, além da eliminação de gratificações e encargos de chefia, de forma imediata, já a partir da próxima folha.

 

 

 

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

vinte − 18 =