H) Billboard Internas (320X50)
H) Billboard Internas (970x250)

INFORME DA REDAÇÃO

Informe da redação: Primeiras-damas, tarifa noturna e Vacinação

28 de abril de 2021 às 08:40
Publicidade

Primeiras-damas

A primeira-dama de Cascavel, Fabíola Anselmo Paranhos, foi eleita ontem presidente da Adamop (Associação das Primeiras-Damas do Oeste do Paraná), tendo como vice a primeira-dama de Santa Tereza do Oeste, Sandra Bressani Marciniak, e, como tesoureira, a primeira-dama de Toledo, Noeli Maria Amorin. Fabíola disse que a entidade quer ter um papel de grande acolhimento para as colegas primeiras-damas para uma grande troca de experiências e também em busca de novos conhecimentos, pois a esposa do prefeito precisa ter conhecimento de diversos assuntos dentro da administração para contribuir com seu município. A primeira ação do grupo é uma viagem a Curitiba, dia 6 de maio, para o Encontro das Primeiras-Damas do Paraná. O marido de Fabíola, Leonaldo Paranhos, foi eleito presidente da Amop neste ano.

 

Tarifa Noturna

Por falar em Paranhos, ele liderou esta semana um grupo de prefeitos para audiência com o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano, para tratar sobre o subsídio da iluminação noturna a produtores rurais. Na pauta, mudanças na legislação que prevê desconto na tarifa de energia elétrica desse serviço das 21h30 à 6h. Os produtores querem que, em vez da cobrança por CPF, seja por unidade geradora de energia.

 

Vacinação

Os deputados estaduais Alexandre Curi (PSB), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Claudio Romanelli (PSB) apresentaram ontem projeto de lei para incentivar a imunização completa da população paranaense contra a covid-19 e penalizar aqueles que não se vacinarem após o término de todas as fases de aplicação.

 

Restrições

O texto prevê a proibição do acesso de pessoas não vacinadas em creches, escolas, universidades públicas e particulares e em ônibus, trens, aviões e embarcações e outros modais de transporte. Também impõe restrições para a obtenção de documentos públicos, inscrição em concursos públicos e em cargos públicos e em demais modalidades relacionadas ao Estado.

 

CPI da Covid I

Confirmado relator da CPI da Covid, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) apresentou ontem mesmo o plano de trabalho ao colegiado. Os senadores integrantes da comissão terão até o meio-dia desta quarta para apresentarem sugestões de investigações e convocações para subsidiar o plano de trabalho do relator. Por determinação do presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM), as reuniões serão de forma semipresencial, mas os depoimentos terão de ser presenciais.

 

CPI da Covid II

Antes mesmo da aprovação do plano de trabalho, os senadores já definiram que o primeiro a ser ouvido pelo colegiado, na próxima terça (4), será o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Entre outras questões, ele deve falar sobre a compra de remédios como a cloroquina e sobre o processo de aquisição de vacinas contra a covid-19.

 

CPI da Covid III

Os demais ministros da Saúde (Nelson Teich, Eduardo Pazuello, e o atual, Marcelo Queiroga), e o presidente da Anvisa, Antônio Barra Torres, também devem ser ouvidos. A comissão pretende ouvir também o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo.

 

Vírus “chinês”

Sem saber que era gravado, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que “o chinês” criou a covid-19 e ainda produziu vacinas de eficácia mais baixa do que aquelas desenvolvidas por farmacêuticas dos Estados Unidos. A fala de Guedes, durante reunião do Consu (Conselho de Saúde Suplementar), ecoa a teoria bolsonarista difundida nas redes sociais de que a China desenvolveu o vírus em laboratório com interesses econômicos.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

I) Internas lateral Desktop (300x600) - Revisado

PUBLICIDADE

K) Rodapé Internas (728x90) Desktop