Informe da redação do dia 12 de outubro de 2019

Escolha da prisão

De volta à prisão após quatro anos com tornozeleira eletrônica, o ruralista Alessando Meneghel não quer cumprir a sentença pela morte do policial federal Alexandre Drummond na PEC (Penitenciária Estadual de Cascavel). Sua defesa apresentou pedido à Justiça para que ele fique na Cadeia Pública ou vá para a PIC (Penitenciária Industrial de Cascavel). Um dos argumentos é que Meneghel correria risco à vida na PEC, onde ficou de 2012 até 2015, e chegou a integrar a comissão de presos que negociou com a polícia a rendição de uma das rebeliões mais sangrentas da história do Paraná, quando cinco detentos foram mortos, a maioria degolados, em agosto de 2014.

Bem na hora

O Banco Central publicou nessa sexta-feira (11) a autorização para que os quatro birôs de crédito do País operem o novo cadastro positivo. Foram autorizados SPC, Serasa, Boa Vista e Quod. Essa era a última medida que faltava para que os birôs passassem a receber dados das instituições financeiras. Em vigor desde julho, na prática o novo cadastro não começou a operar. Os bancos precisavam desse aval do BC. A previsão é de que o cadastro comece a funcionar até o fim do ano, ajudando o comércio nas vendas de Natal.

Doação I

O Senado Federal aprovou a Medida Provisória 885/2019, que cria novas regras para a administração de bens e valores apreendidos em ações de combate ao tráfico de drogas. A matéria, que já havia sido apreciada pela Câmara dos Deputados, segue para sanção presidencial.

Doação II

A MP prevê que a destinação de bens apreendidos e não leiloados seja administrada pela (Senad Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), que poderá encaminhar os produtos por meio de licitação, doação para órgãos públicos, venda direta, incorporação ao patrimônio da União, destruição ou inutilização. Emenda do senador Flávio Arns (Rede-PR) permite a destinação desses recursos para comunidades terapêuticas que acolhem pessoas dependentes de drogas.

Collor em Curitiba

A Polícia Federal investiga em Curitiba um braço do esquema de lavagem de capitais por meio de compra de imóveis em leilões públicos que seria chefiado pelo ex-presidente Fernando Collor, hoje senador por Alagoas. Buscas e apreensões foram cumpridas em Curitiba e Maceió pela PF, com autorização do ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Uber, Netflix, Spotify…

A mudança nos hábitos de consumo das famílias afetou a lista de produtos que integram a inflação oficial no Brasil. A nova estrutura de cálculo do IPCA passa a incluir os transportes por aplicativo (como Uber), a integração de transporte público, os serviços de streaming (Netflix e Spotify) e o combo de telefonia, internet e TV por assinatura. Ao todo, são 56 novos subitens que passarão a compor a cesta. Aparelho de DVD e máquina fotográfica saem do cálculo.

Contas em dia

Nesta segunda-feira (14), às 16h, na Câmara de Vereadores, o secretário de Saúde de Cascavel, Thiago Stefanello, e equipe prestam contas relativas ao segundo quadrimestre do ano, detalhando as receitas e as despesas do período.

Fim da guerra comercial?

Depois de sacudirem o mundo, Estados Unidos e China chegaram a um acordo parcial nessa sexta-feira (11) que intermediaria uma trégua na guerra comercial e estabeleceria as bases para um acordo mais amplo que os presidentes Donald Trump e Xi Jinping poderiam assinar ainda este ano. A China concordaria com algumas concessões agrícolas e os EUA forneceriam alívio tarifário. É esperar para ver.

 

 



Fale com a Redação

2 × 4 =