IFI estima em R$ 630 bi economia com a reforma da Previdência

O número é R$ 170 bilhões menor do que o estimado pelo governo federal

Brasília – A economia com a reforma da Previdência será menor do que o estimado pelo governo nas previsões da IFI (Instituição Fiscal Independente), vinculada ao Senado. Relatório divulgado pelo Estadão mostra que, pelos cálculos da IFI, o impacto em dez anos será de R$ 630 bilhões. O número é R$ 170 bilhões menor do que o estimado pelo governo federal, de cerca de R$ 800 bilhões.

Toledo – Coronavírus – Ligue

O documento mostra ainda que, somente entre os plenários da Câmara e do Senado, o texto foi desidratado em R$ 93 bilhões. Para eles, a reforma saiu da Câmara com um impacto de R$ 723 bilhões. A Instituição ressalta, contudo, que a reforma ainda tem um efeito fiscal importante e é capaz de estabilizar a despesa previdenciária em torno de 9,4% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2029. “A reforma tem capacidade, nesse sentido, de conter o crescimento do gasto previdenciário e ajudar a estabilizar a situação fiscal do País”, apontou.

O texto enviado pela equipe econômica teria, para a IFI, uma economia de R$ 995 bilhões, ante os R$ 1,237 trilhão estimados pelo time do ministro Paulo Guedes.

Segundo o documento, isso se deve à metodologia diferente na hora de simular as mudanças na regra de transição no Regime Geral de Previdência (RGPS).

Mosquito da dengue nas áreas externas

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação