Ginástica Rítmica

Brasileiras chegam mais confiantes para a Copa do Mundo na Bulgária

Rio de Janeiro – Depois de estrearem na temporada 2019 da ginástica rítmica em Pesaro, na Itália, na semana passada, as brasileiras Natália Gaudio e Bárbara Domingos estão prontas para mais um desafio na Copa do Mundo da modalidade. A partir desta sexta-feira, as duas disputarão a etapa de Sofia, na Bulgária. As brasileiras participarão do qualificatório do Individual dos aparelhos bola e arco no primeiro dia.

Sorteada para o Grupo A, Bárbara Domingos começou a competir enquanto ainda madrugada no Brasil, às 4h30 (de Brasília). Já Natália Gaudio integra o Grupo C, que terá suas disputas a partir das 9h05.

Amanhã, serão realizadas as qualificatórias dos outros dois aparelhos, com Natália competindo nas maças e fita a partir das 4h30 e Bárbara às 6h35. As oito melhores ginastas em cada aparelho avançarão para a final, que será disputada no domingo.

“O maior problema que elas enfrentaram na Itália é que as ginastas europeias já tinham feito três competições antes. O fôlego e a precisão de quem já está com ritmo de competição são diferentes. E aqui em Sofia não será diferente, com um nível técnico altíssimo de competição”, ponderou a treinadora de Natália Gaudio, Mônika Queiroz.

Assim como na etapa de Pesaro, as duas treinadoras brasileiras preferem não fazer projeção de resultados. “O trabalho na Ginástica Rítmica é de formiguinha, vamos construindo o formato de cada coreografia a cada competição. Fizemos pequenas modificações nessas composições com a intenção de aumentar as notas e suas classificações”, disse a treinadora de Bárbara Domingos, Márcia Naves.

Crédito: CBG

Enquanto as ginastas que competem no individual pela ginástica rítmica do Brasil terão a segunda competição do ano neste fim de semana, as atletas do conjunto brasileiro só iniciarão as disputas da temporada no fim do mês, na Copa de Baku, no Azerbaijão, de 26 a 28 de abril. Depois, elas participarão da etapa de Guadalajara, na Espanha, de 3 a 5 de maio. Essas competições visam integrar a equipe que está se preparando para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. E se depender do entrosamento da seleção, a medalha pode estar próxima. É que quatro das nove integrantes do conjunto brasileiro representam a ginástica paranaense, com destaque para Morgana Gmach (foto), de Toledo. As demais são Beatriz Pomini Francisco, de Cambé, Camila Rossi Godinho, de Curitiba, e Nicole Pircio Duarte, de Londrina. Além delas, a seleção brasileira de conjunto conta com a treinadora londrinense Camila Ferezin.

 



Fale com a Redação

2 × 2 =