Cascavel – Após o FC Cascavel anunciar a troca de Adenílson por Carlos Henrique, na última sexta-feira, os representantes do time do norte do Estado emitiram nota não confirmando a negociação. Quase uma semana depois, outros capítulos seguiram.

Primeiro, Carlos Henrique não apareceu na apresentação do elenco do FCC na última segunda. Depois, nenhum dos jogadores foi registrado no BID da CBF, algo que normalmente é realizado no mesmo dia de uma assinatura de contrato.

Ontem, a informação surgida em Londrina é de que Carlos Henrique não quer vir para Cascavel e que teria se reunido com comissão técnica e dirigentes alvicelestes para acertar sua permanência por lá.

A reportagem procurou o presidente do FCC, Valdinei Silva, que aguarda as definições. “Ainda estamos na mesa, negociando”, respondeu, em mensagem de texto, dando dica de que espera uma solução para o caso.

Tanto Adenílson quanto Carlos Henrique estão treinando em Londrina.

Série D tem desistências e início marcado para dia 6

A CBF confirmou, ontem, o início da Série D do Campeonato Brasileiro para o dia 6 de setembro, com a realização dos confrontos da fase preliminar que indicarão quatro times para a fase de grupos – Real Noroeste (ES) x Aquidauanense (MS), Tocantinópolis (TO) x Brasiliense (DF), Ji-Paraná (RO) x Nacional (AM) e Baré (RR) x Ypiranga (AP). Os jogos da volta acontecem no dia 13 de setembro.

A entidade também confirmou a desistência de Patrocinense (MG), Luverdense (MT) e CRAC (GO), que serão substituídos por Villa Nova (MG), Sinop (MT) e Aparecidense (GO).