Freixo promove ato na Cinelândia paralelo ao debate na TV

Freixo CinelândiaRIO – Centenas de pessoas participaram na noite desta quinta-feira na Cinelândia, no Rio de Janeiro, de um ato do candidato do PSOL à prefeitura do Rio, Marcelo Freixo. Um palco com um telão foi montado no local, onde o candidato comenta o primeiro debate na TV entre os candidatos do Rio. Freixo foi impedido de participar do programa na Band, porque, de acordo com a minirreforma eleitoral aprovada no último ano, as emissoras de rádio e TV só têm poder para convidar candidatos com pelo menos dez representantes na Câmara dos Deputados.

Unimed

Hoje, no entanto, o Supremo Tribunal Federal decidiu manter a regra, mas deu às emissoras o poder de chamar outros candidatos que não cumpram esse requisito. Os demais participantes do debate não poderão vetar a presença do convidado extra.

Pela minirreforma eleitoral, a provada no ano passado pelo Congresso Nacional, as emissoras poderiam convidar os nanicos. No entanto, se dois terços dos participantes que têm a presença garantida no debate concordassem, o convidado teria a presença vetada. Essa possibilidade não existe mais, conforme a decisão hoje do STF. Freixo não foi convidado para o debate de hoje, porque a maioria dos adversários não concordou em convidá-lo. O PSOL tem apenas seis parlamentares no Congresso.

Na Cinelândia, Freixo definiu a lei como “ato de covardia”, que contou com o apoio de alguns de seus adversários.

? Quieto eu não vou ficar, porque a palavra é essencial à democracia. O debate em praça pública é um momento histórico. Vamos mostrar as perguntas e as respostas dos candidatos. No momento da réplica e da tréplica, vou dar a opinião do assunto que eles vão abordar, e com o mesmo tempo que terão disponível ? contou. ? Quando receberem perguntas dos internautas, vou receber também das mídias sociais.

Para Freixo, a presença de um grande público convocado em um curto período é sinal de que o eleitor quer “inovação”. Em seu discurso, foi diversas vezes ovacionado. Também houve gritos em várias ocasiões de “Fora Temer”.

O deputado federal Chico Alencar (PSOL-RJ), que discursou antes do debate, definiu o encontro de militantes na Cinelândia como “fazer do limão amargo uma boa limonada”.

? O debate na TV ficará mais pobre com a ausência do segundo colocado nas pesquisas ? ressaltou.

Chico disse que não acredita que o sucesso dos Jogos Olímpicos não renderá votos ao deputado Pedro Paulo (PMDB), apoiado pelo prefeito Eduardo Paes.

? A Olimpíada não é vitória de um governo, muito menos de um candidato, que espancou a democracia ao vetar a presença de Freixo no debate.

Marcelo Freixo


Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação