BANDEIRADA

Ford apresenta SuperVan elétrica

16 de julho de 2022 às 11:13
Ford unveils ultra-high-performance Ford Pro Electric SuperVan; all-electric concept inspired by new E-Transit Custom to showcase Ford Pro digital and EV capability. LICENSE EXPIRES: In perpetuity. LICENSE BY: Drew Gibson. LICENSE SCOPE: A - Earned editorial, press releases, press kits, C - All non-broadcast digital and online media, plus Retail and POS (showrooms, events etc), D - All print media (newspaper, magazine etc). REGION: GLOBAL. COPYRIGHT AND IMAGE RIGHTS: This content is solely for editorial use and for providing individual users with information. Any storage in databases, or any distribution to third parties within the scope of commercial use, or for commercial use is permitted with written consent from Ford of Europe GmbH only.
Publicidade

A Ford apresentou a Ford Pro Electric SuperVan, quarta geração da sua icônica linha de vans de ultra-alta performance, no tradicional Festival de Velocidade de Goodwood, no Reino Unido, realizado na última semana de junho. A nova van elétrica, com cerca de 2.000 cv, é a mais potente já produzida pela marca: acelera de 0 a 100 km/h em menos de dois segundos e chega a mais de 300 km/h.

Desenvolvida como protótipo pela Ford Performance e pela STARD, especializada em carros elétricos de competição, na Áustria, a supervan é uma vitrine das tecnologias de eletrificação e conectividade já oferecidas na linha Transit, levadas ao extremo para o mundo das pistas. Para mostrar do que ela é capaz, o piloto campeão Romain Dumas vai dirigi-la na famosa prova de subida de Goodwood.

A Ford Pro Electric SuperVan é equipada com quatro motores elétricos, tração integral, bateria de 50 kWh com refrigeração líquida e um sistema especial de controle. O seu chassi, desenvolvido especialmente para as pistas, é baseado na E-Transit, primeira versão elétrica da van mais vendida da Europa.

A Ford Pro, divisão de veículos comerciais da marca, oferece vários serviços conectados que ajudam a aumentar a produtividade da Transit em operação normal. Na supervan, a transmissão de dados em tempo real e o gerenciamento remoto servem também para elevar ao máximo a performance do veículo.

“Com 2.000 cv de potência elétrica, emoção incomparável e estilo inspirado na nova E-Transit, esta é a supervan do século 21. Mas performance não é só potência. Como nos carros de corrida modernos, os engenheiros podem usar os dados em tempo real para otimizar o seu desempenho”, diz Mark Rushbrook, diretor global da Ford Performance Motorsports.

 

Desafiando limites

A primeira supervan da Ford, a Transit Mk. 1, foi apresentada em 1971 com motor central do Ford GT40 vencedor de Le Mans. A fórmula foi aprimorada na Transit Mk. 2, com carroceria de fibra de vidro e a estrutura monobloco do carro de corrida C100 da Ford, com motor V8 Cosworth de 590 cv. Esse modelo mais tarde renasceu como a repaginada Transit Mk. 3, com motor Cosworth HB de 650 cv compartilhado com carros de Fórmula 1 da época.

O time de design da Ford teve liberdade para criar o estilo agressivo da Ford Pro Electric SuperVan, com linhas musculosas e arcos de rodas que revelam a sua extrema capacidade. O time de engenharia também pôde aproveitar todo o potencial da motorização elétrica, com menos restrições de espaço e refrigeração que as normalmente encontradas nos motores a combustão.

A van de competição combina a estrutura de aço da E-Transit com paineis de carroceria em composto leve. O conjunto de bateria, montado para otimizar a distribuição do peso e manter o centro de gravidade baixo, pode ser recarregado em cerca de 45 minutos em um carregador rápido padrão.

Como na E-Transit, o motorista conta com várias câmeras para ajudar nas manobras. E foram instaladas também câmeras adicionais para o público poder acompanhar a sua performance impressionante.

O divisor frontal, as saias laterais e o difusor traseiro são típicos de veículos de competição. Os recortes e a asa traseira geram “downforce” para aumentar a tração na pista. A suspensão de braços duplos e os freios também são especiais.

 

Novos recursos

O interior da supervan tem gaiola de proteção e bancos padrão FIA e uma grande tela multimídia vinda de veículos de produção da Ford, como o Mustang Mach-E. Ela controla os sistemas de conectividade, informação e também os cinco modos de direção que variam o mapa de torque, a frenagem regenerativa e outros parâmetros de resposta para rodagem em estrada, pista, drag, drift e rali.

O pacote eletrônico inclui controle de tração e de partida, limitador de velocidade para “pit-lane” e frenagem regenerativa de três estágios para recarregar a bateria – similar à usada na E-Transit. Em baixa velocidade, o modo Eco otimiza a eficiência do motor, maximiza a frenagem regenerativa e corta a tração no eixo traseiro. O botão E-Boost aumenta a potência e o torque instantâneos para velocidade máxima.

Outro recurso novo e empolgante é o modo de limpeza de pneus: ele freia totalmente um eixo e libera a tração no outro, criando “burnouts” impressionantes na frente ou na traseira, para limpar e aquecer os pneus antes das corridas.

Mais que uma vitrine de tecnologias avançadas de eletrificação e conectividade, a supervan elétrica é um experimento científico de alta velocidade. As suas propostas inovadoras de desempenho e design levam os limites da engenharia a um novo patamar para o aprimoramento de futuros veículos, softwares e serviços da Ford.

 

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE