O brasileiro Felipe Drugovich viveu um domingo consistente e com um ótimo resultado em Baku, no Azerbaijão, no encerramento da 3ª etapa da Fórmula 2, a categoria de acesso à Fórmula 1.

Depois de enfrentar problemas no sábado, o piloto da equipe inglesa UNI-Virtuosi obteve bela recuperação após largar em 11º na Feature Race, a prova mais longa e mais valiosa de cada rodada.

Assim como em Mônaco há duas semanas, Drugovich teve bela atuação, foi rápido ao longo das 28 voltas e se valeu de boas ultrapassagens e da estratégia para escalar o pelotão, ganhar sete posições e receber a bandeirada em 4º.

Logo na largada, Felipe Drugovich escolheu uma linha adequada para seguir e para frear na difícil primeira curva e subiu quatro posições. Depois, ao longo da prova, ganhou outras três e finalizou em quarto.

“Foi um fim de semana difícil. No início nem eu e nem o Zhou, meu companheiro de equipe, conseguimos extrair o que queríamos dos pneus. A primeira corrida até que não foi ruim, o problema maior foi o toque”, contou Felipe Drugovich, referindo-se a uma punição de 10 segundos recebida pelo toque que deu em Oscar Piastri. “Fizemos muitas mudanças para a segunda corrida e acho que passamos um pouco do ponto no setup”, completou.

A próxima etapa será nos dias 17 e 18 de julho, em Silverstone, na Inglaterra.