Cascavel – Conhecida como a Capital do Oeste, Cascavel tem apresentado números positivos no processo de retomada econômica, após a crise no setor gerada pela pandemia. Uma comprovação é o número de abertura de novas empresas, o que acarreta a geração de novos postos de trabalho, fundamental para a movimentação da economia.

De acordo com os dados da Jucepar (Junta Comercial do Paraná), de janeiro a novembro de 2021 foram abertas 8.363 empresas no município, crescimento de 9,03% em relação a 2020, ano que registrou 7,6 mil novos empreendimentos. Por outro lado, este ano 2.906 empresas foram baixadas, contra 2.595 no ano passado.  Somente em novembro foram abertos 646 novos negócios em Cascavel. Neste ano, destaca-se o crescimento do setor de reparação de veículos automotores e motocicletas, com 2.339 novas empresas, seguido do setor de construção, com 871 novos empreendimentos.

Do total de empresas abertas de janeiro a outubro (232.769) em todo o Paraná, 75,33% são referentes a MEIs, 18,85% são LTDA e 3,91% têm como Natureza Jurídica Empresário. Os outros segmentos têm percentual de abertura abaixo dos 2%, sendo Eireli (1,47%), S/A (fechada) (0,20%), S/A (aberta) (0,09%), Cooperativa (0,11%), Consórcio (0,03%) e outros (0,004%). Segundo a Jucepar, o Paraná tem 1,4 milhão de empresas ativas.

 

RedeSim

Uma das ferramentas que tem auxiliado os novos empreendedores é a RedeSim. Ela é uma rede de sistemas informatizados necessários para registrar e legalizar empresas e negócios, tanto no âmbito da União como dos Estados e Municípios. A plataforma tem como objetivo permitir a padronização dos procedimentos, o aumento da transparência e a redução dos custos e dos prazos de abertura de empresas.

A RedeSim permite que uma empresa seja criada de forma 100% online com poucos cliques, inclusive com as solicitações de licenças do Corpo de Bombeiros e órgãos ambientais. Na prática, é possível solicitar a abertura de uma empresa em cinco minutos. O tempo médio que o paranaense levou para abrir uma empresa no Estado em outubro foi de 1 dia e 13 horas, sendo um dos dez melhores tempos do País.

Cascavel aderiu ao sistema RedeSim por etapas, o que permitiu uma adesão completa e se tornou referência para outros municípios. À época do lançamento da RedeSim em Cascavel, na segunda quinzena de novembro, o prefeito Leonaldo Paranhos destacou que a consolidação do sistema é um marco para a cidade e traz dinamismo que reflete na economia e geração de renda. “De fato é uma ferramenta extraordinária, é uma ferramenta que dá impulso, rapidez, tira a burocracia, agiliza a vida dos empreendedores, das pessoas que querem produzir”, enfatizou.

A solicitação da abertura da empresa deve ser feita pelo portal Empresa Fácil, integrador estadual da RedeSim.

 

Geração em empregos

O bom momento de Cascavel continua sendo confirmado pelo Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Além de ser o único município entre os cinco maiores do Paraná com saldo positivo na geração de empregos formais – com carteira assinada – em todos os meses de 2021, Cascavel se destaca e segue na liderança entre as dez maiores cidades do estado na criação de vagas para cada cem mil habitantes.

De acordo com o Caged divulgado no último dia de novembro, Cascavel gerou de janeiro a outubro 8.176 postos de trabalho. Isso representa 2.460 empregos criados para cada cem mil habitantes. Cascavel aparece em primeiro lugar, à frente de Curitiba que gerou 2.172 postos de trabalho para cada cem mil habitantes no mesmo período.

Redação – Paulo Eduardo