Cascavel – O ex-secretário de Meio Ambiente de Cascavel Luiz Carlos Marcon promete contestar publicamente hoje, com detalhes, as denúncias feitas pelo vereador Celso Dal Molin, que apresentou laudos atestando que nos anos de 2015 e 2016 havia contaminação em 22 fontes usadas pela população de Cascavel. Todas as 232 análises ao longo dos dois anos constataram a presença de coliformes e bactérias e concluíram que a água estava imprópria para o consumo. Contudo, a prefeitura não divulgou os resultados e tampouco emitiu qualquer orientação quanto ao consumo da água. 
Marcon disse que dará entrevista hoje ao apresentador Valdomiro Cantini, na Rádio CBN/Capital. O programa vai ao ar às 9h.

Segundo o ex-secretário, a análise era feita mensalmente, assim como a desinfecção das minas, conforme determina a Portaria 2914 do Ministério da Saúde, conhecida como Lei da Potabilidade. Ele conta que a população não correu risco algum porque havia o cuidado da secretaria em desinfetar as nascentes.

Marcon explica que a bactéria Escherichia coli, a mais preocupante, não representa risco algum e que a água pode ser considerada potável se o resultado da análise for igual ou inferior a duas UFC (Unidades de Formação de Colônias). Em algumas fontes houve ausência total nos laudos apresentados por Dal Molin, mas também há registro bem superior. Na Fonte dos Leões, por exemplo, uma das mais procuradas pela população, a amostra colhida no dia 13 de junho de 2016 apresentou 15 unidades. Na fonte do Brazmadeira chegou a 102 UFCs em 7 de novembro de 2016. 

INTERDIÇÃO

Marcon diz que a prefeitura deveria ter realizado a desinfecção das nascentes logo no início do ano, mas só realizou os exames posteriormente e decidiu interditar as fontes. Ontem, o ex-secretário colheu amostras em 18 nascentes e as enviou para análise laboratorial. 

Ele afirma que, se a prefeitura ainda não realizou a desinfecção necessária nas nascentes, ele mesmo a fará. A desinfecção, regulamentada pela Portaria 2914, é feita por meio da cloração, cloraminação ou da aplicação de dióxido de cloro.