Ex-secretário de Saúde e médico são condenados

Operação do Gaeco, conhecida por Panaceia, acaba de ter seus primeiros resultados práticos divulgados

Corbélia – Operação do Gaeco, conhecida por Panaceia, acaba de ter seus primeiros resultados práticos divulgados. São sentenças a pessoas que, segundo apuraram as investigações policiais, teriam cometido improbidade administrativa. São de Corbélia os primeiros condenados, o médico Enzo Hamamoto e o ex-secretário municipal de Saúde Francisco Celiomar da Silva. Penas ficam entre cinco anos e dez anos, respectivamente.

brde2

O valor do desvio apurado chega aos R$ 99 mil. Dinheiro que saiu a Secretaria de Saúde e financiou um esquema de contratação de empresa para destacar médicos ao município, conforme descobriu o Gaeco. Enzo, beneficiado por Celiomar, cumpria apenas a metade da jornada semanal de 40 horas de trabalho para a qual tinha sido contratado. O salário pago ao profissional era de R$ 11 mil mensais.

Como contrapartida à jornada reduzida sem efeito prático na remuneração integral, o ex-secretário de Saúde recebia, segundo informações do Gaeco, o equivalente a R$ 2 mil mensais. Há provas materiais que confirmam o esquema, que se estendeu por cerca de um ano. A pena de Celiomar é de dez anos de reclusão e multa que corresponde ao valor de seis salários mínimos. Ele deverá seguir preso. Como resultado das investigações iniciadas em novembro do ano passado, Enzo foi condenado a cinco anos e cinco meses de prisão e multa de 11 mínimos – segundo valores pagos na época de vigência do contrato. O médico responde ao processo em liberdade.

JK

Receba as principais notícias através do WhatsApp

ENTRAR NO GRUPO

Lembre-se: as regras de privacidade dos grupos são definidas pelo Whatsapp. Ao entrar seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.


Fale com a Redação