Curitiba – As empresas beneficiadas pelo auxílio emergencial oferecido pelo governo do Paraná têm até sexta-feira (25) para pedir o resgate do valor e receber a primeira parcela do recurso ainda neste mês de junho. Caso façam a solicitação após essa data, o dinheiro será depositado na conta cadastrada até o dia 30 do mês seguinte. O cadastro pode ser feito pelo site www.auxilioemergencial.pr.gov.br.

O auxílio é destinado a microempresas e microempreendedores individuais (MEI) dos setores mais impactados pela pandemia. Ao todo, 27 setores relacionados na Cnae (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) serão atendidos. O valor total destinado ao benefício é de R$ 80,28 milhões e vai atender um universo de 124 mil empresas.

“O governo fez uma engenharia financeira para poder repassar esses recursos e auxiliar empresas que foram bastante afetadas pela pandemia, como pequenos restaurantes, serviços ambulantes da área de alimentação; setor de eventos, de turismo, entre outros”, explica o chefe da Casa Civil, Guto Silva. “Não é um empréstimo, é um auxílio, uma ajuda para pagar contas atrasadas e para manter o negócio funcionando”.

 

Quem pode

Estão aptas a receber o auxílio microempresas cadastradas no Simples Nacional, registradas até 31 de março de 2021 e com faturamento de até R$ 360 mil/ano. Estas receberão R$ 1 mil em quatro parcelas de R$ 250. Já as microempresas sem inscrição estadual e MEIs terão direito a R$ 500, em dois pagamentos mensais de também de R$ 250.

Para receber o benefício é preciso fazer o cadastro no portal www.auxilioemergencial.pr.gov.br. Nele é possível consultar o crédito financeiro e solicitar o resgate para a conta bancária.

O aplicativo Auxílio Emergencial PR também destinado à consulta e ao resgaste do benefício está disponível para download no Google Play e no APP Store. Mais informações pelo 0800-642-6650 e pelo e-mail [email protected].