Marechal Cândido Rondon registrou mais duas mortes em decorrência da covid-19 nesta quarta-feira (30), o que acontece pelo segundo dia consecutivo. O município possui, ao todo, 111 óbitos por coronavírus, conforme aponta o boletim do Setor de Epidemiologia da Secretaria de Saúde.

A vítima número 110 da pandemia é uma rondonense de 50 anos que tinha esquizofrenia como comorbidade. Os sintomas da mulher começaram no dia 12 deste mês e ela apresentava dor de garganta, dores musculares e falta de ar. Dois dias depois (14 de junho) ela procurou atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Marechal Rondon e permaneceu internada. No dia seguinte (15 de junho), a equipe médica coletou material para exame RT-PCR e o diagnóstico para covid-19 foi confirmado no dia 17. Ainda antes da confirmação da doença, no dia 16, o quadro de saúde da rondonense evoluiu para ventilação mecânica e, no dia 24 (última quinta-feira), ela foi transferida para o Hospital Bom Jesus, em Toledo. Pelo agravamento do caso, a rondonense foi a óbito ontem (29).

Outra mulher, também de 50 anos, mas sem comorbidades, foi o 111º óbito por covid-19 em Marechal Rondon. Conforme as informações, ela apresentou os primeiros sintomas no dia 12 de maio, sendo eles tosse, diarreia, dores musculares e falta de ar. A coleta de material para exame RT-PCR aconteceu no dia 17 do mês passado e três dias depois (18 de maio) o resultado foi confirmado para covid-19. No dia 21 de maio, a mulher procurou atendimento na UPA rondonense e três dias depois (24 de maio) o quadro de saúde evoluiu para ventilação mecânica. No dia 26 do mês passado, ela foi foi transferida para unidade de terapia intensiva (UTI) em Assis Chateaubriand. Após 35 dias na UTI, o óbito aconteceu nesta quarta-feira.

Trinta e três novos casos de covid-19 foram acrescentados – de ontem para hoje – ao boletim epidemiológico de Marechal Rondon, que possui 5.917 diagnósticos confirmados. O número de casos ativos, por sua vez, diminuiu mais uma vez no município.

Fonte: O Presente