COTIDIANO

Custeio do transporte escolar terá R$ 13 milhões do governo

24 de junho de 2015 às 10:52
Publicidade

Curitiba – Atendendo a um pedido de entidades de municípios, o governador Beto Richa anunciou a liberação de mais R$ 9 milhões para ajudar as prefeituras a custearem as despesas com o transporte dos alunos da rede estadual durante a reposição de aulas.

Esse dinheiro representa uma cota extra às prefeituras, que normalmente recebem dez cotas anuais, e foi necessária diante do atraso do calendário provocado pela greve dos professores.

“Os prefeitos estavam preocupados e nós vamos absorver esse investimento para que os nossos alunos tenham o transporte. Eles foram bastante prejudicados pelas duas greves e esperamos que agora tudo retorne à normalidade, inclusive nas universidades”, completou.

Universidades

Professores e servidores da UEL (Universidade Estadual de Londrina) decidiram na terça-feira (23) suspender a greve, que durou 57 dias. O reinício das atividades acadêmicas está marcado para esta quinta-feira (24). No caso da Unioeste, o fim da greve será discutido em duas assembleias: uma hoje, só para docentes, e outra amanhã (25), para os demais servidores.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE