POLÍTICA

CPI dos atestados

07 de dezembro de 2017 às 10:59
Publicidade

É fim de ano, quase recesso da legislatura e, além da CPI da Cettrans, tem vereador querendo mais. O presidente da Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores de Cascavel, Roberto Parra, vai sugerir a criação de uma CPI para investigar a quantidade de atestados fornecidos por servidores da Secretaria de Saúde de Cascavel. Depois da sugestão, resta o presidente da casa aceitar o pedido para que seja feito um levantamento mais completo.

É que por meio de requerimento o vereador recebeu algumas respostas da Secretaria que surpreenderam. “Nos últimos 13 meses, foram 14.788 pessoas de atestado. A maioria é de um período de 130 dias, 460 dias. A soma totaliza mais de 50 mil dias de atestado”, afirma.

Horas extras

O que chama a atenção, segundo ele, é que os servidores ganham horas extras em dias que não estão trabalhando. “Como pode alguém de atestado usufruir de horas extras? Precisamos investigar o que está acontecendo”.

A reportagem do Hoje News entrou em contato com a prefeitura, mas não obteve parecer sobre as afirmações do vereador até o fechamento desta edição.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE