Começa o ano do rato de metal

O ano regido pelo rato de metal será um período para fazer acontecer, realizar projetos, concretizar ideais e agir com praticidade

No dia 25 de janeiro terá início o Ano-Novo chinês. Esse ano também começa a regência do rato de metal e será um período para fazer acontecer, realizar projetos, concretizar ideais e agir com praticidade. O ciclo será marcado pelo empreendedorismo, pequenos negócios, investimentos, aplicações e aquisições.

Sob as influências do rato, as pessoas tendem a ficar mais inquietas e agitadas. Além disso, viagens rápidas e relacionamentos passageiros devem ocorrer com mais frequência. Também será um período de descobertas, mergulho em outras áreas do conhecimento, uso da inteligência e estratégia, abertura de novos caminhos e soluções práticas.

O rato é um dos animais do ciclo de 12 anos que aparece no zodíaco da astrologia chinesa e no calendário chinês. Esse pequeno roedor é criativo, solucionador de problemas, imaginativo, trabalhador hiperativo e respeitado por sua capacidade em resolver situações difíceis. Intuitivo, com a capacidade de adquirir e preservar coisas e valores.

No Horóscopo Chinês, para além de cada ano ser regido por um animal, cujas características influenciam as pessoas que nascem sob a sua especial proteção, existe também, todos os anos, um elemento com maior domínio. Para os chineses são considerados cinco elementos (e não quatro como no Ocidente): eles são a terra, a água, o fogo, a madeira e o metal.

Em 2020, estamos sob a influência do rato de metal, cuja personalidade é, em certa medida, diferente da maneira de ser do rato de madeira, de fogo, de terra ou de água.

O rato de metal é o mais prático de todos. Atribui uma grande importância ao estatuto social alcançado, ao conforto material, à carreira. Nesse sentido, ele é também o que possui melhor poder de argumentação, utilizando o seu charme para alcançar as suas metas. É bastante sensual, mas menos sentimental. Sabe muito bem o que quer.

A energia do rato de metal traz mais estabilidade para os relacionamentos, mas é bom tomar cuidado, pois há energia de ciúme e possessividade. Embora o rato seja um signo muito sociável, o elemento metal cria-lhe certa propensão para o individualismo, o que pode fazer com que haja, neste ano, a oscilação constante entre os dois extremos – ora queremos e procuramos contato com os outros, ora sentimos necessidade de recolhimento, a fim refletir melhor e conquistar metas materiais.

A nível de saúde, o rato alerta para a possibilidade de haver maior desgaste, lembrando que é importante descansar e conceder ao corpo e à mente o repouso necessário para manter o equilíbrio.

O ano do rato é particularmente favorável para a área financeira. Os negócios e a iniciativa individual são as esferas mais privilegiadas, porque o rato gosta de trabalhar à sua maneira, e também as áreas que estão de algum modo ligadas a um trabalho criativo.

Fonte: Bem Zen e Blog Maria Helena



Fale com a Redação

8 − 3 =