Comboio da Saúde vacina professores na Blitz da Vacina

As unidades de saúde que são referência para o enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19) não prestarão atendimentos.

Para evitar aglomerações e otimizar a Campanha de Vacinação Contra a Gripe, o governo municipal retomou a Blitz da Vacina. A estratégia da imunização por sistema de drive-thru, já adotada em outras fases da campanha, deu resultados tão positivos que agora volta ao Centro de Convenções e Eventos para imunizar os professores das redes pública e privada de ensino. A iniciativa começou nesta segunda-feira (18) e segue até sexta-feira (22), sempre a partir das 8h.

Quando usar máscara de pano

Nesta terceira e última etapa da campanha, os professores formam um dos grupos prioritários. Serão distribuídas cerca de mil senhas por dia para atender os educadores. Para comprovar que atuam na educação, os profissionais deverão apresentar holerite atualizado pela tela do celular ou o documento físico.

“É um momento muito delicado que não podemos levar aglomerações para as unidades de saúde por conta da pandemia do novo coronavírus. Temos em Cascavel aproximadamente 5 mil professores a serem vacinados, por isso, pensamos na Blitz da Vacina justamente para evitar a situação de aglomeração. Sabemos que Saúde e Educação são duas pastas muito importantes para a população e nós da Saúde nos sentimos honrados em cuidar dos nossos colegas da Educação com esse carinho especial vacinando dentro do próprio carro, apesar de ser com agulha, é com muito carinho, porque é uma proteção que estamos oferecendo”, pontua a coordenadora do PMI (Programa Municipal de Imunização), Cristina Carnaval.

Para dar suporte ao trabalho de vacinação e evitar aglomerações, o Comboio da Saúde está reforçando o time de imunização na Blitz da Vacina. A unidade móvel conta com salas preparadas para armazenar as vacinas, o que possibilita a aplicação de doses dos cascavelenses.

A Cettrans/Transitar está dando todo o apoio para garantir o fluxo de veículos. Os professores devem chegar pela Rua Fortunato Bebber, entram no pátio do Centro de Convenções e Eventos, são vacinados e saem pela Rua Matelândia. Serão atendidos somente professores em veículos.

Em relação aos educadores que atuam no interior do Município, a vacinação ocorrerá nas Unidades de Saúde da Família de cada distrito.

ADULTOS DE 55 A 59 ANOS
Para os adultos de 55 a 59 anos de idade, a imunização ocorrerá nos pontos de vacinação. Ao todo, serão 37 pontos de vacinação, incluindo as noves unidades do interior, que atenderão das 8h às 16h45, de segunda a sexta-feira, até o dia 5 de junho.

Como a Campanha de Vacinação Contra a Gripe é cumulativa, todas as pessoas que fazem parte do grupo prioritário podem se vacinar. Isso inclui: idosos acima de 60 anos, profissionais de saúde, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, portadores de deficiência física, gestantes em qualquer fase de gravidez, puérperas com até 45 dias após o parto, portadores de condições clínicas especiais, profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas e cobradores do transporte coletivo e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas. “É importante que usem máscaras e respeitem a organização da unidade e o distanciamento”, frisa Cristina Carnaval.

Terão doses disponíveis nas seguintes unidades de saúde (seja UBS ou USF): Santa Cruz, Palmeiras, Santos Dumont, Parque Verde, Claudete, Cidade Verde, Cancelli, Santo Onofre, Floresta, Ipanema, Periollo, Colméia, Tarumã, Interlagos, Cataratas, Morumbi, Rivieira, Brasmadeira, Los Angeles, Santa Felicidade, Guarujá, Maria Luiza, Pioneiros, Presidente, XIV de Novembro, Parque São Paulo, Cascavel Velho, Lago Azul, São Salvador, Rio do Salto, Sede Alvorada, Espigão Azul, São Francisco, Santa Bárbara, Navegantes, Juvinópolis e São João.

As unidades de saúde que são referência para o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) não prestarão atendimentos.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

4 × quatro =