Com restrições, retomada do comércio em Foz está programada para quarta-feira (22)

Considerando os dados epidemiológicos e com uma nova condição estrutural para atendimento, a Prefeitura de Foz do Iguaçu programou para esta quarta-feira (22) a retomada do comércio, com uma série de restrições. A medida está amparada pelo terceiro ciclo do Plano de Enfrentamento a Covid-19.

Quando usar máscara de pano

“Essa retomada só está sendo possível em função de algumas garantias. O município está hoje abaixo da média nacional de casos de coronavírus, com 14% de sua capacidade de leitos ocupada. A ampliação da oferta de exames é outro fator importante. Adquirimos 28 mil kits que devem começar a chegar na segunda-feira para iniciarmos os testes na quarta. Diante deste cenário e preenchendo os requisitos do Ministério da Saúde, estamos tomando essa decisão, sempre com muita cautela e reforçando as normas de segurança”, explicou o prefeito Chico Brasileiro.
O município contabiliza até o dia de hoje (19), 38 casos de coronavírus, sendo que destes, 24 estão recuperados, 11 seguem em isolamento domiciliar e 3 pacientes estão internados. Os casos suspeitos em análise somam 50, destes 35 cumprem o isolamento domiciliar e 15 estão internados.

A reabertura gradual e monitorada do comércio também leva em consideração a disponibilidade de leitos em hotéis para pacientes confirmados da Covid-19, a testagem amostral de assintomáticos e a adesão ao Programa “O Brasil Conta Comigo”, que proporcionará importante incremento na força de trabalho municipal da Saúde.

Uma das estratégias chave do Plano é a identificação, em tempo real, das pessoas infectadas pela COVID-19 em Foz do Iguaçu. Para isso, todas as pessoas com sintomas gripais realizarão o exame de RTq-PCR, que identifica a presença do vírus SARS-COV-2.

“Será realizada a busca ativa destes sintomáticos, além de ampla campanha nos meios de comunicação para que os mesmos busquem os serviços de saúde do município responsáveis pela testagem”, explicou o vice-prefeito e secretário de saúde Nilton Bobato.

Comércio
Com este cenário, a partir do dia 22 de abril, o comércio em geral poderá abrir suas portas, mas atendendo com 30% de sua capacidade de público. Shopping centers também estão autorizados, com regras específicas e horários diferenciados de funcionamento.
Continuarão proibidos setores que aglomeram pessoas, como: academias, casas noturnas, tabacarias, bares, clubes, salões de bailes, feiras, cinemas, museus, teatros, equipamentos esportivos coletivos, escolas, faculdades, eventos esportivos, culturais e de lazer.
Seguem como prioridade o atendimento individual e agendado, bem como as regras já definidas para os serviços essenciais, a obrigatoriedade do uso de máscaras, a restrição de idosos e crianças, bem como o distanciamento social e a higienização.

O Terminal Rodoviário será reaberto, como instrumento de monitoramento de chegada de pessoas em Foz do Iguaçu. O transporte coletivo também será ampliado a partir de quarta-feira e a fiscalização ampliada para o cumprimento dos termos de responsabilidade sanitária.

As novas medidas entram em vigor a partir do dia 22 de abril de 2020, podendo serem revistas a qualquer momento, dependendo dos resultados levantados pelo monitoramento clínico-epidemiológico, que evidenciarão a evolução da pandemia em Foz do Iguaçu, no Paraná, no Brasil e nos países fronteiriços.

O decreto contendo as normas de reabertura do comércio será publicado amanhã no Diário Oficial do Município.

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

dois + 9 =