Coleta seletiva de Santa Terezinha de Itaipu foi tema de palestra, no 2° Conresol, em Foz do Iguaçu

O evento reuniu especialistas para debaterem sobre a destinação correta dos resíduos sólidos

Realizado entre os dias 28 e 30 de maio, em Foz do Iguaçu, o 2° Congresso Sul-Americano de Resíduos Sólidos e Sustentabilidade (Conresol), teve como tema, a palestra de apresentação do Programa de Coleta Seletiva de Santa Terezinha de Itaipu. O evento reuniu especialistas para debaterem sobre a destinação correta dos resíduos sólidos.

O prefeito Cláudio Eberhard foi palestrante durante a mesa redonda da Itaipu Binacional. Idealizador e responsável pela implantação do programa de “Coleta Seletiva” em Santa Terezinha de Itaipu em suas gestões, Eberhard explanou sobre o tema no congresso. Cláudio apresentou o programa, desde sua idealização em 2003, até ser reconhecido como programa de coleta seletiva exemplo para o Brasil.

Uma das atrações do congresso foi à visita dos participantes ao Centro de Triagem de Materiais Recicláveis da Acaresti (Associação de Catadores de Recicláveis de Santa Terezinha de Itaipu), onde conheceram in loco as ações desenvolvidas no município sobre a destinação de resíduos sólidos.

Participante do congresso, a secretária de Meio ambiente do Município de Morada Nova (CE), Gleydivania Rabelo, ficou maravilhada com o programa itaipuense. “Esta visita técnica nos mostra o trabalho fantástico que esta sendo realizado aqui. O programa é bastante evoluído em estrutura física, eu estou encantada com o que vi. O que mais me tocou foi a questão da dignidade humana. Afinal, um catador com um salário digno igual aqui não se encontra tão fácil no Brasil. O Município está de parabéns, assim como seu administrador pelo trabalho fantástico realizado”, destacou

Também da cidade cearense de Limoeiro do Norte, a superintendente do Instituto Municipal de Meio Ambiente, Karisia Mara, não poupou elogios ao programa. “O que vimos aqui é realmente fora do padrão do que a gente vem conhecendo, isso tudo é surreal e servirá de exemplo para que possamos implantar essas medidas no Ceará”, afirmou.

“A visita a Acaresti foi o que me motivou a sair da minha cidade Ribeirão Preto, São Paulo para buscar este conhecimento encontrado aqui em Santa Terezinha de Itaipu, um projeto inovador e moderno, nunca vi nada igual”, afirmou Karina de Souza Leite, enfermeira responsável pelos resíduos de serviços de saúde daquele município.



Fale com a Redação

1 × três =