Foz do Iguaçu – Os trabalhos do Censo Canino, que fará um levantamento populacional de cães de rua, serão iniciados nesta segunda-feira (15) em Foz do Iguaçu. De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, 15 servidores do CCZ (Centro de Controle de Zoonozes) serão divididos em cinco equipes que vão realizar a captura e a coleta de amostras, mais uma equipe de suporte e uma equipe de laboratório. As equipes de captura devem trabalhar de forma simultânea em diversas regiões da cidade e contar com o acompanhamento de acadêmicos de Medicina Veterinária.

O trabalho todo do censo deve ser feito em três etapas e ter duração de 12 meses e terminar em outubro de 2019. A primeira etapa dos trabalhos que começa agora deve durar 11 dias e as outras duas já estão agendadas para abril e outubro do ano que vem.

Vacinação

Além da contagem e da coleta de material para fazer análise da possível incidência de doenças, os animais também serão vacinados contra a raiva e devem receber uma coleira-leve numerada, uma espécie de braçadeira de nylon de difícil remoção, para que possa ser feito o acompanhamento e evitar que o mesmo animal seja capturado duas vezes. Além disso, os animais também serão cadastrados e fotografados.

Essa é a primeira vez que o trabalho é realizado no Município e, além da contagem e do controle de doenças, o levantamento deve servir de base para a criação de políticas públicas voltadas à preservação da saúde humana e ao bem?estar animal.