A Prefeitura de Cascavel, no oeste do Paraná, informou, nesta quarta-feira (30), sobre uma falha no armazenamento de 47 frascos da vacina contra a covid-19.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, 282 doses da vacina da Pfizer, recebidas por Cascavel, não puderam ser aplicadas por causa do erro.

A secretaria confirmou que os frascos chegaram dentro de caixas térmicas de transporte e, em seguida, não foram colocados na geladeira.

De acordo com o secretário de Saúde, Miroslau Bailak, quando a situação foi percebida, a temperatura para os frascos estava normal, pois a caixa estava lacrada e com gelo. Mesmo assim, existe um protocolo para ver se estas doses poderão ser usadas.

O caso foi registrado no dia 18 de junho, na sede da Central de Imunização do Município.

Seguindo o protocolo imunobiológico, a suspeita da intercorrência foi informada para a 10ª Regional de Saúde, e o caso será encaminhado para o Programa Nacional de Imunização, que decidirá se as doses podem ou não ser utilizadas.

O município informou ainda que aguarda essa resposta do governo federal e afirmou que apenas depois disso avaliará a conduta com relação à falha.

Vacinação em Cascavel

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, até segunda-feira (28), mais de 134,3 mil pessoas foram imunizadas contra a covid-19, em Cascavel. Desse total, 40,7 mil receberam a segunda dose.

Até esta quarta-feira, Cascavel registrou 39.578 casos confirmados do novo coronavírus e 836 mortes pela covid-19. A cidade conta com 370 casos ativos da doença.

Reportagem: G1 Paraná