Em 2018, a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Cascavel, chegou a 4ª edição da Carreta Retrô em conjunto com a Avac (Associação dos Veículos Antigos de Cascavel). O evento começou por volta das 10h de ontem, na Rua Manaus em frente a instituição.

Os alunos da Apae seguiram até a Catedral Nossa Senhora Aparecida, no Centro, a bordo dos mais de 40 carros dísponiveis. O trajeto passou pelas Ruas Flamboyant, Recife, Pio XII e Avenida Brasil.

Rifando um clássico

A Volkswagem Kombi Pick-up "Corujinha" de 1975 está sendo rifada pela Avac, 40% da arrecadação será doado a entidade. Segundo um dos diretores da associação, Emerson Rossetti, "o sorteio será na Festa do Trabalhor lá no Seminário São José, e os números podem ser adquiridos até mesmo a poucos minutos antes do sorteio, o custo é de R$ 10".

Os recursos revertidos a Apae serão usados junto a outras doações, para a construção da nova área de saúde e manutenção da entidade. A expectativa conforme Rossetti, é que a porcentagem destinada das rifas renda R$ 25 mil.

Por ano a Apae necessita de R$ 5 milhões para se manter, metade desse montante são recursos governametais e os outros R$ 2,5 milhões são oriundos de promoções como esta.

Adquira

Os números podem ser adquiridos nos seguintes estabelecimentos: Patinhas Auto Latas, Damian Auto Center, Auto Elétrica Curitiba, Casa do Chapeador, Azulcar Alto Peças, Adesivos & Cia, S91 Garage & Customs e na própria Apae.

União

Rossetti também é integrante da Avac e contou que as entidades se uniram por uma causa nobre. "As crianças gostam dos carros antigos, elas ficam muito felizes, esse é nosso quarto ano e eles gostam muito, nós precisavamos fazer algo, é muito gratificante".

Além dos carros convencionais, ouve a presença de limousines e do ônibus pioneiro da Eucatur. E ainda pelos 47 anos de atuação da Apae em Cascavel, foi celebrada às 19h, missa em ação de graças na Catedral.

"É um momento de socialização, eles se sentem parte da sociedade, é maravilhoso, é muito importante a realização de eventos como este, meu filho adora"

Suzane Pillus, mãe de ex-aluno Apae