Reduzir ao máximo os danos ao meio ambiente é um dos Objetivos do Milênio, e uma das formas que podemos fazer isso é utilizando meios de transporte menos poluentes. Para incentivar a galera que mora por perto, ou que gosta de fazer exercícios, a utilizar mais a bicicleta, os alunos do curso de Engenharia Mecânica implantaram o projeto do bicicletário no Centro Universitário de Cascavel – Univel.

Quem executou esse projeto foi o aluno Giovani Franzon, que fez o bicicletário em módulos, isso quer dizer que com adesão ao projeto, mais módulos serão fabricados, disponibilizando espaço para uma quantidade maior de bikes. “São três blocos, assim, se for necessário aumentar, é possível”, contou Giovani.

O bicicletário foi desenvolvido pelo coordenador do curso de Engenharia Mecânica, Germano Scarabeli Custodio Assunção, que projetou e contou com a ajuda do Giovani para colocá-lo em prática. “O professor desenhou e pediu para eu fazer, então calculei os ângulos, e toda vez que fazia uma peça nova, mandava uma foto para ele, trocávamos ideias e assim o projeto foi criando forma”, ainda explica o acadêmico.

Atualmente o bicicletário tem 12 vagas, mas o objetivo é ampliar, para que mais pessoas possam usar. “Além dos alunos que sempre pediram um bicicletário pela CPA (Comissão Própria de Avaliação), temos o objetivo de estimular o nível de uso da bicicleta”, conta a coordenadora da CPA e CPE (Centro de Pesquisa e Extensão), Elaine Kronbauer. O estímulo ao uso de meios de transporte menos poluentes é fundamental no combate à redução de danos ambientais causados pelo homem, e a Univel ainda tem como meta seguir os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).

O terceiro ODS visa assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar de todos. O bicicletário surge para suprir esse objetivo na Univel. “Essas ações são muito importantes e ainda deixam mais seguro quem tem vontade de vir com a sua bike, mas tinha medo de deixar em qualquer lugar”, conclui Elaine.