O número de casos voltou a subir em Cascavel segundo o boletim desta quinta-feira (19). Com mais 198 casos de covid-19, o município chega a 459 casos ativos da doença, são 163 casos a mais que no mesmo período do mês de julho, quando foram registrados 296 casos ativos.

Também foram confirmadas mais cinco mortes, um crescimento de 61 óbitos no último mês. A comparação foi feita pelo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do município no dia 20/07/2021. 

A semana teve aumento de dois pontos na matriz dessa semana em relação a semana anterior indicando que o município voltou para bandeira vermelha o que requer o distanciamento Social Ampliado.

Já foram registrados 43.687 casos de covid-19 desde o início da pandemia. Do total de casos 42.283 pacientes se recuperaram e 945 morreram em decorrência de complicações causadas pelo novo coronavírus.

Dos 459 casos ativos, 56 estão internados em UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e 22 estão em leitos de enfermaria.
O mapa de ocupação do Consamu mostra que a Macrorregional Oeste está com 62,4% dos dos leitos de UTI e 38,4% dos leitos de enfermaria ocupados.
A 10ª Regional de Cascavel está com 68,70% dos leitos de UTI ocupados e com 59,50% dos leitos de enfermaria ocupados.
Confira os boletins:

Matriz de Risco

Score: 20 pontos
Risco: Alto
Sinalização: Vermelho
Medidas de Distanciamento: Distanciamento Social Ampliado II

Ocorreu um aumento no score relacionado a variação dos óbitos, quando comparado a SE 30 e SE 32 (utilizadas para o calculo da matriz). Pelo que tem-se visualizado nestes quase dois anos de pandemia, o aumento de óbitos ocorre normalmente, 14 dias após o aumento de casos de SRAG (síndrome respiratória aguda grave).

Obs: para chegar aos dados epidemiológicos para o cálculo da matriz de risco é feito comparando a última semana epidemiológica com a antepenúltima semana, ou seja, um espaço de tempo de 14 dias. Os dados da SE 32 (08/08 a 14/08) são preliminares.

Abaixo dados do número de reprodução entre os dias 04/08 a 19/08:

O número de reprodução em Cascavel está em 1,47 (1,15; 1,83)
O número de reprodução do Paraná está em 0,91 (0,87; 0,95)

Obs 2: a taxa de transmissão serve como uma estimativa de como a doença se espalha entre a população. Assim, quando esse número é menor ou igual a 1, espera-se queda no número de casos. E, quando maior que 1, espera-se um aumento no número de casos.
Vale dizer que a taxa de transmissão é um cálculo que depende de muitas variáveis, o índice de transmissão da covid-19 pode nos ajudar a ter uma noção de que direção a pandemia está seguindo, mas este dado deve ser sempre avaliado em conjunto com outros parâmetros.

Matéria atualizada às 14h02