COTIDIANO

Bairro Cidade Nova terá novo Centro Comunitário para esporte, lazer e cultura em Foz

31 de maio de 2022 às 14:30
Publicidade

 

Os moradores do bairro Cidade Nova irão ganhar um novo Centro Comunitário para atividades culturais, esportivas e de lazer. O acordo foi formalizado na segunda-feira (30), durante reunião do prefeito Chico Brasileiro com representantes da Eletrobras Furnas e Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (IBASE), que irão coordenar o projeto.

Para a execução das obras, o Município doou três terrenos que totalizam 852,40 m² de área. O passo seguinte será a elaboração e lançamento do edital de licitação, feito pelas entidades federais.

Conforme conta Zuleide Pontes, representante do departamento de Responsabilidade Social, Marca e Reputação de Furnas, o órgão é o responsável por captar os recursos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e investir em projetos que contemplem a comunidade, por meio dos Núcleos de Integração Comunitária.

“Por conta da subestação de Furnas que está localizada na região, escolhemos o bairro Cidade Nova para receber esse projeto tão importante. Começamos a construí-lo ainda em 2018, ouvindo a comunidade e criando um diagnóstico social. A escolha do projeto foi um consenso entre os moradores, que agora terão esse esperado espaço”, detalhou Zuleide.

“A comunidade do bairro Cidade Nova é sempre muito atuante coletivamente, contando, inclusive, com projetos em andamento para contemplar os moradores. Será uma grande conquista e o Município continuará contribuindo para prestar o apoio necessário”, disse o prefeito.

Investimentos para a região

Chico Brasileiro destacou também que o Centro Comunitário estará localizado próximo à Unidade Básica de Saúde, Centro Municipal de Educação Infantil, entre outros equipamentos construídos pelo município para contemplar a região.

“Fizemos muitos investimentos nessa região, como a pavimentação, que trouxe uma nova imagem ao bairro e o tornou ainda mais digno aos moradores. A UBS e o CMEI foram outras demandas que sanamos, entretanto, seguimos planejando e vamos seguir ampliando projetos”, finalizou.

Assessoria

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE