Aumentam cidades em epidemia de dengue

Arquivo

Guaíra – A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nessa terça-feira (11) o informe técnico número 37 com novos números da dengue. Houve aumento de 12% na ocorrência de casos confirmados, com 1.449 novas confirmações. Agora o Estado totaliza 13.504 casos confirmados desde agosto de 2018.

Nesta semana, seis municípios confirmaram pela primeira vez casos autóctones da doença no período epidemiológico, ou seja, contraídos no próprio local de moradia – Guaraniaçu (1), Corumbataí do Sul (1), Nova Cantu (1), Inajá (5), Santa Mônica (2) e Ariranha do Ivaí (1).

Dos 63 municípios em epidemia, três são novos: Alto Piquiri, Entre Rios do Oeste e Guaíra. Com a inclusão desses dois, sobe para 14 o total de cidades do oeste nessa condição: Terra Roxa, Mercedes, Lindoeste, Entre Rios do Oeste, Cafelândia, Medianeira, Missal, Anahy, Santa Terezinha de Itaipu, Quatro Pontes, Jesuítas, São Miguel do Iguaçu, Foz do Iguaçu e Guaíra.

O boletim também revela que mais 14 municípios estão em estado de alerta, somando 55 no total: Matinhos, Ubiratã, Brasilândia do Sul, Ivaté, São Tomé, Diamante do Norte, Inajá, Ângulo, Doutor Camargo, Santa Inês, Marechal Cândido Rondon, Santa helena, Godoy Moreira, e Ivaiporã. Além de Marechal Rondon, o oeste tem ainda outros oito nessa situação: Palotina, Capitão Leônidas Marques, Cascavel, Tupãssi, Serranópolis do Iguaçu, Santa Tereza do Oeste, Corbélia e Santa Helena.

Não houve novo registro de óbito por dengue. Neste ano, são 17 mortes confirmadas em todo o Paraná.

Os municípios com maior número de casos suspeitos notificados até agora são Londrina (12.541), Foz do Iguaçu (7.224) e Maringá (4.221). Os municípios com maior número de casos confirmados são: Foz do Iguaçu (1.173), Londrina (1.047), e Cascavel (711).

 



Fale com a Redação

doze − sete =