Cascavel – Sempre inovando e criando. Já é referência no curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Paranaense – Unipar, Unidade de Cascavel, a Expocenário, que realiza sua 5ª edição. Espalhados pelos espaços da Universidade, seis ambientes arquitetônicos estarão disponíveis para visitação e apreciação de toda a comunidade, de 28 de setembro até o fim de novembro.

O tema deste ano “As cores e as formas de Beatriz Milhazes” – artista plástica que tem uma coisa de carnavalesco, chama atenção pela dinamicidade de seus quadros, sempre vibrantes e abstratos, composto por formas curvas, fitas e flores.

A exposição está sendo montada pela turma da 4ª série, na disciplina de objeto e ambiente e segue a tendência upcycling, que visa utilizar a reciclagem, mostrando que é possível reformar um espaço se apropriando de materiais alternativos.

Cada ano, a atividade apresentou nuances diferentes, iniciando com a Brasilidade, seguido de Vinícius de Moraes, homenagem à Tarsila do Amaral, e, no último ano, fez um retrato da Arquitetura e o meio. Este ano, surge com uma proposta diferente, embasa em quadros ricos em cores e formas.

O professor responsável pela exposição, Emerson Santos, enfatiza que, mesmo trazendo um olhar diferenciado, o intuito da Expocenário é o mesmo, criar ambientes dentro da Universidade com propósito de fazer os alunos exercitarem a prática do design de interiores. Contudo, este ano, traz uma novidade, a instalação artística.

“Trata-se de trabalhar com a ideia conceitual, de uma instalação com funcionalidade, de bancos e luminária. Os alunos precisam projetar o ambiente como um todo, cujo ponto principal é o acento, seja poltrona, chese ou banco, e uma luminária. E o cenário é o pano de fundo para o movimento de tudo”, diz.