RIO ? Um beijo entre Alexander Skarsgard e Christoph Waltz foi removido do corte final de “A lenda de Tarzan” por ser “inteligente demais”. Segundo o diretor David Yates, o filme originalmente tinha uma cena do Capitão Leon Rom (Waltz), o vilão, se aproveitando de Tarzan (Skarsgard) enquanto ele estava inconsciente. O público das sessões de teste, porém, ficou “perplexo”.

Na cena, o beijo vinha logo antes de Rom dizer a Jane (Margot Robbie) que a selvageria de seu marido o “perturba mais do que sequer posso expressar”. Cenas de sexo entre Tarzan e Jane consideradas obcenas também foram amenizadas para a versão final.

“Nós voltamos atrás porque era quase demais”, disse o diretor ao “The Times”. “Foi realmente estranho quando Christopher o beijou. Nós amamos na hora, mas nos testes, o público ficou perplexo e, no final, acabou parecendo inteligente demais e sobrecarregado”, disse.

“A lenda de Tarzan” estreia no Brasil em 21 de julho.