70% dos atendimentos nas UPAs de Cascavel no período de pandemia estão relacionados a casos suspeitos de dengue

Os dados estão presentes no balanço feito pela Secretaria de Saúde de Cascavel

Nesta segunda-feira (11), o Secretário de Saúde de Cascavel, Thiago Daross Stefanello, apresentou um panorama das ações executadas de combate ao novo coronavírus.

Quando usar máscara de pano

De acordo com o secretário, 70% dos atendimentos nas Unidades de Pronto Atendimento nesse período de pandemia estão relacionados a casos suspeitos de dengue. Os dados faz parte de uma retrospectiva dos atendimentos prestados pelos serviços de saúde.

É importante lembrar que as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) são apenas casos de urgência e emergência e assim deve ser acessada com essa finalidade. Casos clínicos, precisam ser agendados pelo Call Center (3096-9191) de Segunda à Sexta-feira das 7h às 19h.

Já o Call Center (3096-9090) funciona de Segunda à Segunda das 7h às 22h, para síndromes gripais comuns ou sintomas semelhantes à covid-19.

“O município iniciou o call center, em Março, direcionando os atendimentos de casos suspeitos para unidades específicas distribuídas por toda a cidade”, explicou o Secretário de Saúde.

Uma das maiores preocupações do município é com a epidemia de dengue. Cascavel já contabiliza mais de 3.600 casos confirmados da doença.

 Reorgoanização da Atenção Primária

Em um trabalho estratégico, a Secretaria de Saúde readequou, através da Divisão de Atenção Primária, todo o fluxo de atendimento das mais variadas demandas, que são atendidas pelas unidades básicas e saúde da família (UBS/USF).

“Essa reorganização foi fundamental para permitir que pacientes suspeitos de Covid-19 não entrem em contato com outros pacientes, uma vez que o call center realiza o isolamento precoce e, quando necessário, o paciente tem seu atendimento agendado na unidade de referência para Covid”, destacou Thiago. “

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

dezenove − 3 =