Depois de chegar ao fundo do poço em termos de liberação de crédito, como define o presidente do Sindilojas (Sindicato dos Lojistas e do Comércio Varejista de Cascavel e região Oeste do Paraná), Leopoldo Furlan, o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) da Associação Comercial e Industrial de Cascavel, traz dados positivos e de otimismo à economia local.

levantamento, o número de pessoas que pagaram débitos e deixaram o SPC no mês de abril cresceu 54% em relação a abril de 2017. No mês anterior, 4.939 pessoas acertaram suas contas e, por conta disso, deixaram o banco de negativados. Já em abril do ano passado o mesmo procedimento foi empregado por 3.209 consumidores.

“Passamos por um período ruim nos últimos dois anos, e agora estamos recuperando o crédito. As pessoas que estavam no SPC conseguiram, nos últimos meses, de uma forma ou de outra recuperar valores, se recolocar no mercado, e consequentemente, pagar suas dívidas”, explica Furlan.

O presidente do Sindilojas lembra que os índices do SPC são cíclicos e que geralmente depois de datas comemorativas, em que a maioria compra por impulso, as inclusões em serviços de proteção ao crédito aumentam. E é isso que se espera após o Dia das Mães.

“Nos meses de outubro, novembro e dezembro, o consumidor vai em busca de ‘limpar’ o nome para poder comprar à prazo especialmente no Natal. Depois disso, acaba não honrando com os pagamentos e volta a ser incluído [no SPC] entre fevereiro e março. Agora é novamente época de quitar os débitos e poder comprar presentes para o Dia das Mães”, afirma.

Consultas

As consultas à base de informações também subiu em abril se comparado ao mesmo período do ano passado. Conforme a Acic, 46.733 consultas foram realizadas no mês anterior ante as 42.468 de 2017.

INFO:

Total de pessoas que deixaram o SPC                        

Abril de 2018 4.939             Abril de 2017 3.209