A Univel, por meio do CPE – Centro de Pesquisa e Extensão promoveu a 16ª Jornada Científica com o tema “Liberdade e Iniciativa” nos dias 23 e 24 de outubro. O evento que lotou o auditório e teve suas inscrições esgotadas, recebeu no primeiro dia os participantes para uma palestra especial do advogado, jornalista, escritor e professor, Clóvis de Barros Filho. Já no segundo dia foram apresentados os mais de 140 banners, resumos e artigos científicos dos acadêmicos.

O tema abordado é de grande valia para o momento da graduação, onde o acadêmico se dedica muito em busca de um diferencial na carreira. “A palestra reforçou que temos que buscar, que é difícil, que temos que batalhar, é um tema muito importante para os acadêmicos. Ficamos com o conteúdo que ele trouxe, os alunos gostaram e pra mim este é o resultado positivo”, explica a coordenadora do CPE, Elaine Kronbauer.

Clóvis iniciou sua fala com o ensinamento de Epicteto onde explica que só existem dois tipos de situação em nossa vida. “O primeiro tipo são situações que dependem de nós para acontecer, situações que dependem da nossa iniciativa, que é você quem faz acontecer”, explica. “Mesmo sendo a sua iniciativa, ela é responsável por um pedaço da vida, a segunda parte acontece sem que você tenha desejado, imaginado ou planejado: estes são aqueles acontecimentos que apesar de não termos controle sobre eles, podemos escolher o que vamos fazer, se vamos aprender e como vamos reagir”, ressalta.

O professor explica ainda sobre a constante busca da felicidade e que as pessoas passam dias, anos, acreditando que a felicidade ainda vai chegar depois do ensino médio, na faculdade, depois de conquistar um bom emprego, aquele cargo tão sonhado, entre outros anseios, quando se deve viver a felicidade do agora. Ele usou como exemplo o trecho da música de Samuel Rosa “vou deixar a vida me levar pra onde ela quiser”, e lembrou que este não deve ser o nosso lema, pois tem-se a liberdade de fazer as próprias escolhas e ir em busca dos objetivos, afinal cada um é responsável por si mesmo e pelo próprio sucesso.

O palestrante é autor dos livros “A vida que vale a pena ser vivida”, “Ética e vergonha na cara”, “Shinsetsu, o poder da gentileza”, “Política – Nós também não sabemos fazer”, “Em busca de nós mesmos”, entre outros livros que estão disponíveis na biblioteca da Univel para empréstimo e consulta.

Apresentação

Uma parte do conhecimento adquirido durante a graduação se conquista fora da sala de aula, por meio de diversas atividades, como participar de congressos, simpósios e seminários, grupos de estudo e projetos de extensão, essenciais para a formação. A apresentação de painéis e artigos permitem ao acadêmico compartilhar o conhecimento e experiência e desenvolver a prática da comunicação oral, além de estimular a interação entre alunos e professores de várias áreas. “É um meio do acadêmico se envolver com a comunidade e a sociedade, não ficar atrelada tão somente ao conteúdo ministrado em sala de aula, mas olhar a realidade da nossa comunidade no contexto jurídico, social e político. É uma forma de participar como cidadão, como acadêmico e como agente transformador da sociedade” explica a professora e Avaliadora dos trabalhos, Luciana Chemim.

Todos os cursos da Univel tiveram seus trabalhos apresentados, incluindo os novos cursos representados com muita animação e conhecimento. A acadêmica de Nutrição, Wanella Marcela apresentou o banner sobre hábitos alimentares. No projeto desenvolvido com crianças do ensino público e do Hospital do Câncer de Cascavel – Uopeccan, os acadêmicos buscaram incentivar as crianças e adolescentes a terem uma vida mais saudável, com bons hábitos alimentares. “O projeto foi feito com o intuito de incentivar as crianças a preparar os alimentos, cozinhar, sentir o desejo de desenvolver melhores hábitos alimentares” explica a aluna.

O acadêmico Joel Aparecido de Souza, do 4º semestre de Engenharia Mecânica explicou sobre a importância da pesquisa. “Como é um trabalho fora da grade curricular, ele acrescenta muito na nossa experiência como acadêmico e profissional. Como engenheiro mecânico existe uma área muito específica que tem poucos atuando. A inspeção de solda, por exemplo, que é pouco explorada e abordamos em nosso trabalho”, explica.

Outro exemplo é o trabalho apresentado por Lucas Pereira de Fisioterapia sobre a Osteoartrose, que foi muito além da doença, mas também relacionou com a saúde e gastos públicos. “Nosso trabalho identifica as possíveis evoluções da Osteoartrose, que é uma doença que não tem cura e 90% do tratamento é feito pelo fisioterapaueta. Esta doença causa grandes custos para o SUS (Sistema Único de Saúde) e se tratada precocemente pode gerar uma grande economia”, explica.

A apresentação de trabalhos acadêmicos em eventos como a Jornada Científica, além de agregar valor ao currículo lattes, são essenciais para quem quer seguir uma carreira acadêmica como professor, ou fazer mestrado e doutorado, além das horas de atividades complementares. Os trabalhos selecionados serão publicados nos Anais do evento, disponíveis no site da Univel.