O Show Rural é muito mais que uma bela, divertida e instrutiva visita ao Parque Tecnológico Coopavel. Bem mais! Para se ter uma ideia, cada visitante do Show Rural gasta em média R$ 250 por dia para cobrir suas despesas de alimentação, transporte e estada durante o evento.

Considerando que a mostra se estende por cinco dias e espera atrair – de 4 a 8 de fevereiro de 2019 – público de 250 mil pessoas, então serão R$ 60 milhões injetados na economia de Cascavel e de cidades vizinhas nesse período. Essa é uma das informações compartilhadas pelo presidente da Coopavel, Dilvo Grolli, em encontro com diretores da Acic (Associação Comercial e Industrial de Cascavel) na manhã dessa terça-feira.

O dinheiro que os visitantes deixarão no comércio reforça o caixa de hotéis, bares, restaurantes e supermercados. “É uma grande cadeia que se movimenta em torno de um evento reconhecidamente dos mais importantes e dinâmicos do mundo”, afirma Dilvo.

Somente nos cinco dias de visitação no parque serão mais de 4 mil pessoas profissionalmente envolvidas na recepção e no atendimento aos visitantes. Da Coopavel, são mais de mil colaboradores diretamente ligados com a organização e o desempenho de inúmeras tarefas que o evento exige.

Divulgação

O Show Rural Coopavel atrai pessoas de todo o Brasil e caravanas do exterior e chega agora à 31ª edição consolidado. “Mesmo assim, já começamos um amplo trabalho de reforço de divulgação para informar e convidar mais pessoas a participar”, diz Dilvo Grolli.

Apenas em um raio de 500 quilômetros de Cascavel serão mais de 400 prefeituras, sindicatos, instituições de ensino e outros locais estratégicos que serão visitados e seus respectivos representantes e membros convidados a conhecer as novidades da mostra.

A Coopavel fará um esforço concentrado também para convidar agricultores, técnicos e autoridades de países vizinhos: “Ao mesmo tempo que vêm e conhecem novas tecnologias para melhorar suas produtividades, abre-se a chance de parcerias, negócios e mercados”, explica Dilvo.

Melhorar a qualidade e a quantidade do que se produz é uma das principais contribuições que o Show Rural oferece. Todas as principais commodities cultivadas na região e nos estados próximos estão representadas na feira.

Expectativa

Os preparativos para o 31º Show Rural foram intensificados nas últimas semanas. Entre as novidades estão a ampliação da capacidade de estacionamento de 12 mil para 14 mil veículos, novos currais na área pecuária e um portal de acesso.

A expectativa de público, para 4 a 8 de fevereiro, é de 250 mil pessoas, com 520 empresas expositoras e estimativa de movimentação financeira entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões. “Diante do clima de otimismo que toma conta do Brasil e do crescimento econômico que se espera a partir de 2019, o volume de negócios poderá ser ainda maior que o estimado”, afirma Dilvo Grolli.