Vestuário e brinquedos são os presentes preferidos para o Natal

Sondagem da Fecomércio-PR revela que 74% dos paranaenses pretendem presentear neste Natal

Dezembro começa inaugurando a melhor temporada de vendas para o comércio. O clima de Natal já toma conta das ruas, espaços públicos, casas e estabelecimentos comerciais e a partir de agora os consumidores farão as compras natalinas, ainda mais com a primeira parcela do 13º salário no bolso.

Segundo sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), 74% dos paranaenses pretendem presentear neste Natal. O percentual é menor do que no ano passado, quando 81,7% dos entrevistados planejavam comprar presentes.

Em média, cinco pessoas devem ser presenteadas, sendo que cresceu a parcela dos paranaenses que pretendem presentear mais de 10 pessoas, com 5,4%. Os que devem presentear até cinco pessoas somam 70,7%, e os que planejam comprar presentes para a faixa de seis a dez pessoas somam 23,9%.

Tipo de presente

A categoria vestuário ocupa a primeira colocação no ranking dos itens mais considerados para a data, com 73,3%. Na sequência estão os brinquedos, com 46,2%, cosméticos com 34,4% e calçados com 30,3%. O varejo de moda e de brinquedos terá mais destaque neste Natal na comparação com o ano passado.

Com 5,9%, os artigos de livraria tiveram redução em relação a 2018, quando foram a opção de presente mencionada por 16,8% dos consumidores. Dinheiro em espécie (2,3%), eletrodomésticos (1,4%), celulares (1,4%), viagens (0,9%), tablets e notebooks (0,5%) também foram citados.

Valor do presente

O levantamento da Fecomércio PR também revelou que os consumidores devem gastar cerca de R$ 285,00 em presentes. Em relação ao ano passado, a média de gastos geral será 9,56% menor neste ano – o tíquete médio em 2018 foi de R$ 312,25.

A maior parte dos paranaenses, 38,7%, deve ter gasto total em presentes na faixa de R$ 201,00 a R$ 500,00. Parcela semelhante, 37,8%, planeja gastar entre R$ 101,00 a R$ 200,00. Outros 14% pretendem desembolsar menos do que R$ 100,00, enquanto 6,8% pretendem gastar entre R$ 501,00 a R$ 1.000,00. Os que estão dispostos a investir mais de R$ 1.000,00 para agradar pessoas que lhes são queridas neste Natal correspondem a 2,3%.

Forma de pagamento

A sondagem verificou que os paranaenses não querem se endividar para as compras de fim de ano e por isso 58,7% pretendem pagar os presentes à vista, tanto em dinheiro (31,7%) quanto no cartão de débito (27,1%). A opção de pagamento à vista é superior ao ano passado, quando 54,3% pagaram os presentes de Natal no ato da compra.

Os que cogitam parcelar as compras no cartão de crédito somam 29,8%, enquanto 11% devem optar pelo vencimento em parcela única. Apenas 0,5% pretende usar o carnê ou crediário como forma de pagamento.

Local das compras

O comércio de rua deve concentrar a maior parte das compras, com 51,2%, entre lojas do centro da cidade (38,9%) e lojas de bairro (12,3%), uma elevação de 5,6 pontos percentuais em relação a 2018. Os shoppings devem receber 26,1% do volume de consumidores, redução de 19,6 pontos percentuais na comparação com o ano passado. As compras pela internet serão maiores neste ano, passando de 4,1% em 2018 para 12,8%. Já os paranaenses que pretendem apelar para o comércio informal somam 8,9% e os que vão fazer suas compras em hipermercados correspondem a apenas 1%.



Fale com a Redação

19 + doze =