COTIDIANO

Um Natal solidário

15 de dezembro de 2017 às 15:51
Publicidade

É comum no Natal famílias se reunirem à mesa para participar da ceia, farta de alimentos. Porém, não são todos que têm este privilégio nesta época do ano ou em qualquer outra data comemorativa. É o caso dos trabalhadores da Cootacar (Cooperativa dos Trabalhadores Catadores de Material Reciclável de Cascavel), que para ter o que comer em casa geralmente dependem de doações.

Pensando nisso é que o grupo de escoteiros Aldeia Verde decidiu alegrar o Natal das 60 famílias que fazem a separação dos resíduos recicláveis na cooperativa. “Em agosto, o grupo visitou a Cootacar para aprender sobre a importância em separar o lixo. Neste dia, no entanto, as crianças e os adolescentes ficaram chocados em saber que o salário de cada família era de aproximadamente R$ 350. Eles se perguntavam: como conseguem sustentar uma casa só com isso? E foi aí que a ideia surgiu”, conta a diretora financeira do grupo, Karin Borges.

Com lágrimas nos olhos, os trabalhadores receberam as cestas preparadas pelos escoteiros. Todos os produtos foram arrecadados por meio de doações entre familiares, vizinhos e amigos. A pequena Laura Kristina conseguiu as doações por meio dos grupos de WhatsApp. “Temos um grupo da família e pedi que me ajudassem a montar a cesta. Foi assim que consegui”, relata.

A gerente da cooperativa, Alessandra Baldin, lembra da importância de ações como esta. “Às vezes eles não têm nem o que comer ou acabam comprando o básico e não conseguem comprar os produtos típicos do Natal, como panetone. As doações nos deixam muito felizes, principalmente porque agora eles vão ter com o que celebrar”, relata.

Mais surpresa

Dentro de cada cesta os escoteiros escreveram uma carta. Em algumas linhas, o lobinho Cesar Ribeiro pediu que o ano que se inicia seja próspero e com muitas alegrias. “Pedi também para que Deus abençoasse todas essas famílias e que elas tenham um ano de muita felicidade”, conta.

Café da manhã

A Cootacar está aberta a doações. Para a próxima semana, Alessandra prepara um café da manhã especial aos trabalhadores. Com a doação do grupo de escoteiros, o panetone já está garantido. O que falta são pães e margarina. Quem quiser ajudar pode entregar os alimentos na cooperativa até terça-feira (19), que fica na Avenida Piquiri, 1721, no Bairro Brasmadeira.

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE