Em uma live realizada pelas rede sociais do Prefeito Leonaldo Paranhos na manhã dessa quinta-feira (23), o empresário Alfredo Khouri um dos detentores do Shopping Catuaí em Cascavel anunciou  que comprou 100% da obra e que irá retomar a construção em janeiro.

Em julho desse ano, o prefeito de Cascavel esteve no canteiro de obras do Shopping Catuaí, na cabeceira do Lago Municipal, para verificar como a construtora estava fazendo a manutenção do local.

Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, Paranhos contou que havia tido uma reunião virtual com os gestores do shopping para saber sobre a retomada das obras, paralisadas desde 2015.

De acordo com Paranhos, desde o primeiro mandato como prefeito, ele deu total liberdade para que a empresa implementasse o shopping em Cascavel. As obras chegaram a ser retomadas em 2018, mas pararam de vez por conta da pandemia do coronavírus. “Desde quando chegamos à prefeitura, em 2017, liberamos completamente todas as obras, garantimos total liberdade para a implantação do Shopping Catuaí. Houve a retomada, em 2018 apresentaram o novo projeto, as vendas começaram e aí, infelizmente, houve a pandemia e uma paralisação. 2020, 2021 não teve avanço nas obras do Catuaí”, relata o prefeito.

Na reunião que teve com a diretoria do Catuaí na quarta, Paranhos disse ter dado um prazo para que os diretores definissem se as obras seriam retomadas ou não. “Nós demos um prazo para eles, definitivamente, nós darem uma resposta, até o mês de novembro. Nós gostaríamos muito, no mês de aniversário do Município de Cascavel de 70 anos, ter uma notícia positiva da retomada dessa obra que, pra nós, é muito importante”.

Segundo o prefeito, a empresa disse que está realizando a manutenção do terreno, limpando e deixando-o em bom estado, o que, de acordo com Paranhos, é um bom sinal. “O terreno está sendo cuidado. A empresa tem mantido a limpeza, isso é um sinal que eles estão apenas com um problema momentâneo, comercial, mas que isso vai ser retomado.”

No fim da transmissão, Paranhos deu uma intimada na empresa para retomar as obras no segundo semestre de 2021. “Nós precisamos avançar com esse tema. Por parte da prefeitura está tudo liberado, tem todo apoio da prefeitura para que essa obra avance, mas nós precisamos de fato marcar uma data. Eu gosto muito de trabalhar com planejamento, com datas, saber o que vai acontecer. Durante 2020 e no primeiro semestre de 2021, nós tivemos a sensibilidade de entender que há um problema, a questão da pandemia, só que, agora, a gente precisa que a direção do shopping possa dizer para nós o que vai acontecer e quando vai acontecer para que a gente possa ter um planejamento da cidade”, disse.

Entretanto, Paranhos não informou o que poderia fazer caso a empresa não retome as obras até novembro deste ano ou que não lhe dê a resposta esperada.

A novela do Catuaí

O projeto do empreendimento foi barrado logo no início da construção, em 2013, por questões ambientais. Após uma longa briga judicial e um termo de ajustamento, o projeto passou por adaptações para deixar a obra mais moderna e reduzir os impactos ao meio ambiente.

Em 2018, a comercialização das salas foi retomada, algumas datas de conclusão da obra até eram anunciadas, mas nada avançou.

Ano passado, a empresa anunciou a suspensão das vendas devido à pandemia, mas garantiu que não havia desistido do projeto.

O investimento no local era projetado em mais de R$ 200 milhões e o shopping receberia 190 lojas, gerando em torno de 2 mil empregos diretos e indiretos.