O cônsul do Paraguai em Miami (EUA), Justo Apodaca, disse nesta sexta-feira (25) que seis paraguaios continuam desaparecidos após o desabamento de parte de um edifício na cidade americana, na manhã da última quinta-feira.

O diplomata informou que 102 pessoas foram localizadas nos destroços, mas nenhum é paraguaio. O trabalho de resgate continua.

“Deveríamos ter percebido antes que a escola é um dos ambientes mais seguros que tem” diz Feder

Os paraguaios desaparecidos são familiares de Silvana Abdo, primeira-dama do Paraguai. A sua irmã, Sophia López Moreira; o cunhado, Luis Pettengill e os quatro filhos do casal, sendo três menores uma adolescente.

As autoridades americanas informaram que 99 pessoas seguem desaparecidas no local do desabamento e uma pessoa morta oficialmente.

Dos 136 apartamentos do edifício Champlain Towers, 55 desabaram por causas ainda não determinadas, por volta da 1h30 de quinta-feira.