COTIDIANO

Sangue raro de paranaense será enviado para Minas Gerais

18 de junho de 2015 às 14:31
Publicidade

Curitiba – Segue nesta quinta-feira (18), para Minas Gerais, o sangue doado por uma paranaense para auxiliar no tratamento de uma paciente mineira portadora de anemia falciforme.

É um tipo raro de sangue, que será fornecido pelo Hemepar (Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná). A localização da doadora, que é de Curitiba e cujo sangue tem características semelhantes à da paciente receptora, foi feita com o apoio da mídia e das redes sociais.

Na terça-feira (16), o Hemepar recebeu uma solicitação do Hemominas pedindo ajuda de todos os bancos de sangue do país para o fornecimento deste tipo sanguíneo específico – “O” com especificidade rara. Assim que recebeu a notícia, a equipe do Hemepar fez uma busca em seu banco de dados e identificou que havia uma doadora compatível entre os 30 mil doadores de Curitiba e região metropolitana já cadastrados.

Apesar disso, não foi fácil localizá-la. A última doação registrada desta paranaense havia acontecido em 2004 e por isso as informações sobre o endereço e telefone para contato dela estavam desatualizadas. Neste momento, o Hemepar desencadeou um amplo trabalho de divulgação na mídia e nas redes sociais para tentar encontrar esta doadora e chamá-la para doação.

“Felizmente, tudo deu certo. Conseguimos contactá-la e imediatamente ela aceitou vir fazer a doação nesta quarta”, explica a assistente social do Hemepar, Fabiane Janata.

Agora, o sangue coletado passará pela etapa de processamento e testes laboratoriais até que esteja em condições ideais para ser transportado a Minas Gerais.

(Com informações da Agência de Notícias do Paraná)

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE