Prefeito de Guaraniaçu pode decretar fechamento do comércio a qualquer momento

Décimo caso de coronavírus foi confirmado em Guaraniaçu e prefeito estuda medidas drásticas para forçar o isolamento social

Ao ser informado pela secretária de saúde Ivone Fabrício, da confirmação do décimo caso de coronavírus em Guaraniaçu neste domingo (17), o prefeito Osmário Portela lamentou que o isolamento social não está funcionando como deveria e disse que talvez possa ser decretado o fechamento do comércio novamente por decreto.

Quando usar máscara de pano

“Tem muita gente brincando com isso, saindo de casa pra passear, sem necessidade, aglomerando, tem comerciante que não está usando máscara, muito menos colaboradores e clientes; muitos não estão fornecendo álcool em gel, não estão respeitando o limite de clientes dentro dos estabelecimentos, os horários de funcionamento. Não temos gente pra ficar toda hora indo no comércio fiscalizar, estávamos contando com o bom senso de cada um, mas já estamos percebendo que não adianta”, indigna-se o prefeito.

A preocupação maior é de que os pacientes que precisam de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) são atendidos em Cascavel. “Hoje recebemos a informação que Cascavel só tem um leito de UTI disponível pra covid-19. Respiradores estão escassos em tudo o país, mais de 15.500 pessoas já morreram, outros milhares estão contaminados e muitos ainda não acreditam na letalidade devastadora do coronavírus”, ressalta.

Segundo o prefeito, a intenção não era forçar o isolamento com decreto, mas ele diz que não pode perder todo o cronograma de combate ao vírus que já foi feito.

 

 

Mosquito da dengue nas áreas externas


Fale com a Redação

4 × 3 =