Queda no número de doações e aumento na demanda provocada pelos acidentes típicos desta época de ano são uma combinação preocupante para o Hemocentro de Cascavel, que faz um apelo: precisa de sangue. Especialmente o sangue tipo O negativo, doador universal.

A preocupação maior, segundo a assistente social Maria Luiza Silva Rosa, são os feriados de fim de ano que aumentam o número de acidentes.

Além do tipo O negativo, o apelo é para que os doadores de sangue e de plaquetas de todos os tipos sanguíneos retomem as doações logo no início do ano. Tudo isso para normalizar os estoques e garantir um período de férias um pouco mais tranquilo do que nos anos anteriores.

O Hemocentro em Cascavel atende os 25 municípios cobertos pela 10ª Regional de Saúde de Cascavel, onde existem 28 hospitais, e os 18 municípios da 20ª Regional de Saúde de Toledo.

Vale lembrar que as doações podem ser agendadas no site governodigital.pr.gov.br, na aba para doação de sangue em Cascavel. A medida reduz significativamente o tempo de espera no Hemocentro. A pessoa pode ligar ainda para (45) 3226-4549.

Para doar, basta ter mais de 16 anos e estar em boas condições de saúde.

O Hemocentro abre às 7h30 com atendimento até as 11h e depois segue das 12h40 às 16h. Ele fica na Rua Avaetés, 370, no Santo Onofre, atrás do Hospital Universitário de Cascavel.