Após a festa da Pesca no Lago Municipal, em Cascavel, no último domingo, quem passou pelo local ontem viu um cenário de tristeza. Centenas de pequenos peixes às margens do barranco mortos.

Da tristeza, à raiva e à estranheza, porque o intuito do evento é de que os participantes levem para casa todos os peixes pescados, não apenas os de grande porte. E, jamais, que deixem os animais jogados no local.

“Observamos que a maioria descartada era de lambaris pequenos, que foram usados como isca, já que havia machucados na boca”, conta o gestor ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, José Luiz Ferreira.

Segundo ele, a chuva fez com que algumas outras espécies também fossem abandonadas: “Muita gente que estava pescando foi embora às pressas e deixou alguns peixes para trás”, acrescenta Ferreira.

Com a intensidade dos ventos, eles foram levados pela correnteza e se acumularam às margens do lago. “Não houve uma quantidade muito expressiva, mas optamos por fazer o descarte de todos eles”, acrescenta o gestor.