Pode soar óbvio, mas quando o assunto são sonhos as interpretações estão intrinsecamente ligadas ao sonhador. A história e o momento de vida são importantes contextos a considerar. No geral, sonhar com cobras e serpentes indica um período de transformação e, também, um pedido de atenção aos próprios desejos.

A cobra é um animal interessante porque rasteja e não tem pernas. É algo estranho a nós, seres humanos. Causa um certo horror e nojo.

No mundo moderno, foi associada ao pecado, ao diabo, ao sujo. E tem um aspecto interessante: troca de pele constantemente – por uma mais nova e mais bonita. Talvez por isso, tenha sido erroneamente associada a indícios de traições, seja do parceiro, seja de amigos e familiares.

Outro diferencial desse animal é o veneno, que, paradoxalmente, serve também para a cura.

Em geral, esse sonho está ligado à renovação, vitalidade e cura. Em algumas pessoas, é recorrente em situações difíceis – que exigem reparos, tanto de questões internas ou psicológicas quanto de saúde.

O formato do réptil, que remete a um pênis, leva ainda a uma associação ao símbolo sexual. Pode ser a representação explícita de um desejo, ou um susto, ou mesmo um medo de seu próprio ímpeto sexual.

Historicamente, as cobras têm ligação direta com uma dificuldade feminina de ir em busca do prazer (foi o animal que levou Eva ao pecado).

Além disso, estão associadas à potência e energia criativa. A serpente é símbolo da energia Kundalini, uma corrente elétrica que fica concentrada na base da coluna, e que espiritualiza o desejo carnal.

A língua bifurcada, por sua vez, pede reflexões no sentido de o sonhador avaliar se está sendo verdadeiro consigo mesmo e em suas relações.

Sonhar que é mordido por uma cobra: ser mordido quer dizer que você foi infectado, que há “um veneno” no organismo. Paradoxalmente, pode simbolizar cura.

Sonhar que a cobra se enrola em você: revela processo de transformação, uma força criativa que toma conta, ou até mesmo algo relacionado ao aspecto sexual, com necessidades físicas.

Sonhar que mata uma cobra: algo como matar um desejo que precisa ser morto. Vale tanto para medo quanto para proteção. É a repressão de um desejo ou o fim de algo que precisa ficar no passado.

Fonte: Metrópoles