A postura Sistêmica ativa te alinha com a saúde, com o sucesso, com a felicidade e com o AMOR!

 

Não podemos mudar os eventos ou os fatos, não podemos mudar as pessoas, porém podemos mudar a maneira como nos comportamos diante das circunstâncias. A postura diante do fato é que vai fazer com que o meu resultado seja diferente. A consciência também me ajuda a ter uma postura ativa diante do que acontece comigo e, mesmo na dor, posso escolher ter uma perspectiva feliz.

O movimento mais comum diante de uma dificuldade é paralisar no transe. Paralisar na dor. Quando permanecemos no transe, o movimento interno é evitar a solução, ou seja, inconscientemente evitamos a solução.

 

E como fazer para não entrar no papel de vítima?

É preciso voltar para o presente. Mesmo que seja desafiador, mesmo que demore algumas horas… acolha-se, redirecione-se e se volte para o presente.

 

Comece fazendo perguntas. O que significa o desafio?

Olhe para o alto e pergunte a Deus, com humildade e coragem: que bem que isso contém?

As respostas não aparecem imediatamente. Assim como tudo, as respostas emergem no tempo de Deus, quando você estiver pronto.

Toda dor é uma oportunidade de validar a congruência. Toda dor chama para a vida.

 

Fique disponível! Segure na mão de Deus e confie que algo bom vem, apesar da dor.

Tudo contribui para o bem. Tudo!

Na dor, questionamos Deus, como se fosse uma penitência que teríamos  que pagar.

DEUS NÃO CASTIGA. DEUS NOS APOIA!

 

O medo diz: eu não confio!

O amor lança fora todo o medo.

Quando confio, quando dou espaço para o amor de Deus, então o medo vai embora.

 

Não negue mais o presente. Não negue mais a graça.

Comece agora! Abra seu coração.

 

Escolha agora ter uma POSTURA ATIVA DIANTE DA VIDA E DIANTE DE DEUS!

Escolha ter uma perspectiva feliz independente do que estiver acontecendo. E você vai se surpreender.

 

A experiência de viver na certeza começa na base, ou seja, com nossos pais.

 

A sua conexão com Deus foi ativada através dos seus pais. Eles são a sua fonte de vida na terra, eles são o seu acesso a Deus.

Para ter o coração disponível, é preciso disponibilizá-lo para os pais. Enquanto não se reconhece a verdade, o amor não fica acessível. O medo sim.

 

É óbvio, lógico e simples, mas precisa ser dito. Seus pais são os seus portais sagrados. Reconheça a verdade.

Com simplicidade, com humildade e com coragem. Curve-se à sua natureza.

Quando você não aceita seus pais tal como eles são, absolutamente como são, o seu acesso a Deus é bloqueado.

 

A sua vida é sua! A responsabilidade de ela “dar certo” também é!

A postura de adulto é desafiadora, mas é libertadora também. Só um adulto olha para os pais, reconhece quem eles são e, independente de qualquer informação, faz escolhas.

Ao se curvar para os pais, somos também liberados…

 

Então, pare de pôr condições para amar e respeitar seus pais.

Pare de pôr condições para o amor de Deus chegar até você. Ele já é seu. E é de graça!