O nível dos reservatórios do Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) chegou a 65,32% nessa quarta-feira (3), de acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

A chuva acima da média em outubro foi fundamental para a melhora nas barragens, conforme a companhia. A precipitação acumulada foi de 186 milímetros para Curitiba em outubro, recorde em três anos, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

De acordo com a Sanepar, no início de outubro o nível dos reservatórios do SAIC era de 50,78%. Apesar da melhora de quase 15% em um mês, a companhia não vai alterar o modelo de rodízio, pelo menos até o dia 14 de novembro. A tabela com a programação já foi divulgada.

Nível dos reservatórios nesta quarta:

  • Iraí: 54,40%
  • Passaúna: 65,17%
  • Piraquara 1: 77,38%
  • Piraquara 2: 83,04%

 

Por meio de nota, a Sanepar afirmou que no momento, não há definição de mudança do rodízio. Ainda de acordo com a companhia, “qualquer alteração será comunicada com antecedência”.

No atual sistema de rodízio, a população de Curitiba e de outras 13 cidades da região fica até um dia e meio sem água (24 horas sem e 12 horas para recuperação) e um dia e meio com água (36 horas).

A expectativa, conforme a Sanepar, é de que só haverá suspensão total do rodízio quando os níveis das barragens estiverem acima de 80%.

(G1 Paraná)