POLICIAL

Movimento Maio Amarelo convoca à união no trânsito porque “Juntos Salvamos Vidas”

27 de abril de 2022 às 10:20
Publicidade

Em 2022 o Movimento “Maio Amarelo” – que será aberto neste domingo (1) em todo o Brasil – quer aprofundar a reflexão de união, chamando novamente para a responsabilidade de todos no trânsito, com foco na preservação da vida. O tema “Juntos Salvamos Vidas” parte do princípio de que não colocar alguém em risco também é uma forma de salvar, de maneira que todos podemos contribuir para proteger a vida.

Nesta edição, o Movimento que nasceu há nove anos, volta com atividades presenciais após dois anos de pandemia e ações virtuais focadas nas redes sociais e plataformas digitais, com o mesmo objetivo: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

Embora em âmbito nacional ainda não se tenha dados atualizados pelo Ministério da Saúde (DataSus) após a pandemia – quando sabidamente a violência no trânsito agravou-se-, em 2019, a última estatística do DataSus já apontava para mais de 31 mil óbitos no trânsito no País, o que significa que uma pessoa morreu a cada 16 minutos nas nossas ruas e estradas e que a cada três minutos, uma pessoa foi deixada com sequela permanente.  Trazendo para a realidade local, o ano de 2021 registrou um quantitativo 9,09% menor de mortes por acidentes no perímetro urbano quando comparado com 2020 e uma queda de 83% no primeiro trimestre de 2022, contudo, ainda se considera que vidas foram perdidas na via pública e, muitas, por imprudência, que é o foco deste Maio Amarelo.

Um movimento de todos, para todos – Iniciativa que reúne o Poder Público, órgãos do SNT (Sistema Nacional de Trânsito), entidades e diversos segmentos da sociedade civil organizada para efetivamente aprofundar o tema, o Maio Amarelo visa promover engajamento nas ações que propaguem o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas. É uma das grandes ações anuais em âmbito nacional voltadas à sensibilização para um trânsito mais humano e seguro. Esta edição traz personagens reais alertando sobre a importância de se respeitar e seguir as regras para evitar mortes ou sequelados.

“Em Cascavel são mais de 70 participantes envolvidos na organização. Vamos seguir a temática nacional, a exemplo de anos anteriores, e com apoio de todas as entidades já engajadas estamos definindo um cronograma amplo de ações diárias, com diversas ações e parceiros. Será um grande movimento para novamente alertar para a responsabilidade de todos para um trânsito mais seguro para todos”, detalha a coordenadora do  Cotrans (Comitê Intersetorial de Prevenção de Acidentes de Trânsito de Cascavel)/PVT (Programa Vida no Trânsito), Luciane de Moura, que é também encarregada pelo Setor de Educação e Cidadania da Transitar.

Integram o Cotrans/PVT em Cascavel, que está à frente da organização, a PRF, PRE, PM, Corpo de Bombeiros, Samu, 7ª Ciretran, 10ª Regional de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Sest/Senat, Escola Pública de Trânsito do DER, Transitar, Secretaria de Educação, OAB, HUOP, IPC. Também participam da organização do Movimento representantes do Sindilojas, Rodovico Transportes, Câmara de Vereadores, Exército, Velasco Advocacia, Unipar, FAG, Sindicato das Vans Escolares, Syngenta, Pioneira, Rodrigo Cirilo Eventos, Secretaria de Cultura, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Secretaria de Comunicação e veículos de comunicação, entre outras entidades.

Faça parte! – Entidades e órgãos que ainda desejam fazer parte da programação podem aderir ao Movimento, participando ou recebendo ações durante os 31 dias deste mês de maio, contribuindo com a construção de uma campanha coletiva. “Quanto mais pessoas e entidades se juntarem ao movimento, maior será a causa em prol da vida e do cuidado com o outro na via pública. Há um planejamento que sempre pode receber novas ideias e contribuições, de forma a fazer do nosso trabalho uma grande corrente em prol da mudança de mentalidade e comportamento que tanto buscamos”, enfatiza a presidente da Transitar, Simoni Soares.

Abertura dia 1, na Feira do Teatro – A abertura neste domingo (1), em Cascavel, será durante a Feira do Teatro, com ações já a partir das 8 horas. A solenidade oficial está marcada para as 10 horas, com a presença da Banda do Exército e de todos os representantes dos órgãos e entidades que compõem o Maio Amarelo em Cascavel. Até o dia 31, diversas atividades serão desenvolvidas.

Secom

Participe do nosso grupo no WhatsApp

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE