cavendish-cachoeira.jpgBRASÍLIA ? O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), determinou a soltura dos presos da Operação Saqueador, entre eles o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o ex-dono da Delta Fernando Cavendish. O advogado Cleber Lopes de Oliveira, que defende Cachoeira, confirmou o teor da decisão do STJ. Segundo ele, além de Cachoeira, o ministro Nefi Cordeiro concedeu a revogação da detenção aos demais acusados na operação. Um advogado estava no Rio tentando fazer com que a decisão fosse cumprida ainda na noite desta sexta-feira.

A defesa de Cavendish informou que não vai comentar a decisão.

A defesa de Cachoeira já havia conseguido revogar a prisão no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2). O desembargador Ivan Athié havia convertido a prisão preventiva dos acusados em prisão domiciliar. No entanto, essa decisão foi revogada pelo desembargador Paulo Espírito Santo na quarta-feira, depois que Athié se declarou suspeito ontem para atuar no caso.

Cavendish e Cachoeira

A decisão de Athié para que os detidos na Operação Saqueador fossem para a domiciliar ocorreu na sexta-feira passada, mas eles continuaram presos porque não havia tornozeleiras eletrônicas no estado. A defesa do ex-dono da Delta já tinha recorrido ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que Cavendish fosse para casa sem o equipamento.

O desembargador Ivan Athié declarou-se suspeito para atuar nos casos que envolvem o ex-dono da Delta, aceitando pedido feito pela procuradora regional da República Monica de Ré. Como O GLOBO mostrou na edição de terça-feira, o desembargador já foi defendido pelo mesmo escritório de advocacia que atua em favor do empresário.

Paulo Espírito Santo, que preside a 1ª Turma Especializada do TRF-2, atendeu liminarmente a um pedido do Ministério Público Federal (MPF). Em sua decisão, o magistrado afirmou que há provas de materialidade e indícios suficientes de autoria dos crimes denunciados, para justificar a prisão preventiva. Presos em Bangu 8, os presos seguiram as regras do sistema penitenciário e tiveram os cabelos raspados.

OPERAÇÃO SAQUEADOR

O MPFe a Polícia Federal (PF) deflagraram a Operação Saqueador no dia 30 de junho. Foram presos Carlinhos Cachoeira, o empresário Adir Assad e Marcelo Abbud, donos de empresas consideradas fantasmas pelos MPF, e o ex-diretor da Delta no Centro-Oeste e Distrito Federal Cláudio Abreu. No Rio, a polícia não encontrou Cavendish, porque eles estava no exterior. O ex-dono da Delta foi preso quando chegou ao Rio, na madrugada do último sábado.

A Justiça do Rio aceitou denúncia contra Cavendish, Cachoeira, Assad e mais 20 pessoas por envolvimento num esquema de lavagem de verbas públicas federais. A investigação constatou que os envolvidos, “associados em quadrilha”, usaram empresas fantasmas para transferir cerca de R$ 370 milhões, obtidos pela Delta direta ou indiretamente, por meio de crimes praticados contra a administração pública, para o pagamento de propina a agentes públicos.

Info Esquema MPF