O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Marechal Cândido Rondon emitiu um comunicado, na tarde desta segunda-feira (09), informando que a partir desta terça-feira (10) o município volta ao sistema de racionamento escalonado de água. A decisão foi tomada em reunião realizada entre as diretorias executiva, operacional e a Central de Controle Operacional (CCO).

Conforme informações da área técnica da CCO, está havendo grande dificuldade em manter o abastecimento de água em sua normalidade e recuperar os níveis dos reservatórios nas regiões I e II. Para tanto, desde a última quinta-feira (05) foi necessário adotar medidas de controle no abastecimento, como a de reduzir drasticamente a pressão nas redes de abastecimento. A medida se deve, segundo o Saae, à severa estiagem que impacta expressivamente na capacidade de produção de água não apenas em Marechal Rondon, mas em todo o Paraná.

O racionamento acontecerá em seis dias da semana, sendo três em cada região, das 22h às 6h da manhã.

Às segundas, quartas e sextas-feiras, o racionamento afeta a Região 1, que compreende parte do centro e os bairros Boa Vista, Vila Gaúcha, Ana Paula e parte do São Lucas.

Na região 2, que compreende os bairros Alvorada, Espigão, Líder, Marechal, parte do Botafogo, parte do centro, parte do Higienópolis, parte do São Lucas, Primavera, São Francisco e Universitário, a suspensão do abastecimento de água acontece às terças, quintas-feiras e sábados.

A retomada do abastecimento será gradativa, variando conforme distância e altitude da região. O Saae pede a colaboração dos munícipes na economia de água.

 

OBRAS E AÇÕES

Atualmente, o Saae tem em andamento duas obras estruturantes. “A primeira delas é um poço profundo, perfurado próximo à Linha Concórdia/Arroio Fundo, cuja produção de água está estimada em mais 1 milhão de litros/dia e está sendo colocado em operação. A segunda é a efetiva instalação e operação da Estação de Tratamento de Água Compacta (ETA), na Linha Guarani, estimada para dezembro de 2021, com capacidade de captar/tratar 2,4 milhões de litros de água, por dia”, menciona o diretor executivo, Vítor Giacobbo.

Com informações O Presente de Marechal