Foz do Iguaçu – O Marco das 3 Fronteiras deve bater a marca de 1 milhão de visitantes nesta terça-feira (20). O monumento histórico, que completou 116 anos em 2019, passou por uma grande revitalização, com investimentos de aproximadamente R$ 30 milhões do Grupo Cataratas.

O atrativo caiu no gosto de turistas e moradores. Desde sua reinauguração, em 20 de dezembro de 2017, brasileiros e povos de mais 153 países passaram a visitar o local turístico. Brasileiros, argentinos, paraguaios, chilenos, peruanos, chineses, colombianos, estadunidenses, franceses e uruguaios lideram o ranking de nacionalidades que mais visitaram a atração turística.

O Marco é um daqueles lugares singulares do mundo. O atrativo está localizado no encontro dos Rios Paraná e Iguaçu, este que dá o nome à cidade de Foz. O monumento demarca a fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai, sendo reconhecido como um patrimônio histórico e cultural da região.

Dos visitantes brasileiros, os paranaenses lideram o ranking, seguidos por paulistas, fluminenses, catarinenses, gaúchos, mineiros, pernambucanos, cearenses e baianos.