Odiado por muitos e amado por outros, o horário de verão 2018/2019 será menor. Por conta das eleições e do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), a mudança do horário ficou para a madrugada de 17 para 18 de novembro, quando parte dos brasileiros – incluindo os cascavelenses – vai adiantar os relógios em uma hora. O horário sempre começava no terceiro domingo de outubro.

Ainda no ano passado, a pedido do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o governo já havia adiado o início do horário para 4 de novembro. Isso porque no segundo turno das eleições a diferença de fuso horário chegava a três horas no País.

Nesta semana, foi a vez do MEC (Ministério da Educação) de pedir alteração da data devido às provas do Enem, que neste ano serão dias 4 e 11 de novembro. A preocupação era que os estudantes se atrasassem no dia da prova se coincidisse com a mudança naquele fim de semana.

Batido o martelo, neste ano teremos 35 dias a menos de dias longos. À meia-noite do sábado dia 17 o relógio pula para a 1h do dia 18. E o dia 19 de fevereiro de 2019 terá 25 horas, pois à meia-noite os relógios são atrasados e voltam para as 23h.

 

Redução incomoda

Vera Lúcia de Souza sempre caminha no Lago Municipal de Cascavel e não gostou da alteração. “Vai diminuir demais. Eu gosto muito do horário de verão. É bom para caminhar de tardezinha… Não gostei da mudança, tinha que começar em outubro mesmo”.

Para Ronaldo Justino a mudança não fará diferença, pois não gosta do horário de verão. Já Marcelo Morais até gosta do horário de verão, mas que as alterações não causam impactos.