O Futebol Clube Cascavel segue fazendo história. A Serpente Aurinegra acaba de ser o primeiro clube a estar na Série D e ser convidado a participar do seleto grupo de times que pertencem à Associação Nacional dos Clubes.

Com 28 equipes, principalmente das Séries A e B, a ANClubes existe desde 2019 e foi criada para fortalecer os interesses dos clubes e aproximar as relações entre eles e da entidade com a CBF.

“Para participar desta associação não basta o clube querer, ele tem que ser convidado. Isso mostra como o Cascavel é visto no mercado hoje com muito respeito, carinho e atenção. Demonstra a força e a grandeza do clube.”, ressaltou o diretor-executivo de futebol do Cascavel, Marcus Vinicius Beck Lima.

Para o presidente, Valdinei Silva, a atuação do Cascavel na mediação da aprovação da lei da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) foi fundamental para que outros clubes olhassem para o time com ainda mais respeito e reconhecessem o trabalho realizado aqui.

“Mesmo com o Cascavel na Série D, o clube teve um papel muito importante na formatação da lei e na aprovação dela no Congresso, através das nossas articulações políticas em Brasília. É um marco no futebol brasileiro e mais uma vez nós estamos na vanguarda”, disse Valdinei Silva.

Além do Cascavel, fazem parte da Associação Nacional dos Clubes equipes como: América-MG, Athletico, Avaí, Chapecoense, Coritiba, Cruzeiro, Juventude, Cuiabá, Náutico, Vitória, entre outras.

“A grande vantagem é você participar das decisões, compor com os clubes. Depois, nos dá chance de fazer parcerias, atrair jogadores dos grandes clubes para virem pra cá e chamar a atenção de mais patrocinadores”, explicou o presidente do Cascavel.

Atual número 92 no ranking nacional da CBF, o Futebol Clube Cascavel subiu mais de 300 posições nos últimos 5 anos. A meta da diretoria é estar entre os 40 primeiros colocados nas próximas duas temporadas.

(Assessoria)